Café na ICE tem recompras e volta a operar com valorização

Imprimir

O contrato futuro de café arábica de maio, tinha, há pouco, na ICE Futures US, alta de 260 pontos, com 267,25 centavos de dólar por libra peso, depois de bater na máxima de 267,85 centavos. O julho tinha, há instantes, valorização de 250 pontos.

Segundo analistas internacionais, o dia é caracterizado po recompras, depois de duas sessões marcadas pela pressão vendedora. Os participantes se mostram mais calmos, depois de toda a incerteza de mercado gerada pelos conflitos no norte da África e do Oriente Médio.

A grande "saída" de players de mercados de maior risco foi estancada, com muitos desses operadores já visualizando um cenário menos crítico no que se refere ao abastecimento de petróleo e à demanda de produtos por conta dos conflitos. "O mercado sentiu um golpe com o cenário externo e caiu forte por isso.

Mas parece que o cenário vai voltando à normalidade e, dentro de um contexto de normalidade, deveremos continuar operando com altas, já que o mercado tem um grande suporte na questão da oferta limitada de café", disse um trader.

As exportações de café do Vietnã em fevereiro deverão ter um aumento de 17% em volume e 64% em receita, indicou o Escritório Geral de Estatísticas do país. No mês, as remessas ao exterior deverão totalizar 90 mil toneladas métricas, cou 1,5 milhão de sacas, com uma receita de 180 milhões de dólares.

O Escroitório revisou seus números para janeiro, indicando que no mês os embarques vietnamitas de café atingiram 145 mil toneladas, contra uma previsão anterior de 140 mil toneladas. Desde o início da safra, em 1 de outubro, o Vietnã já remeteu ao exterior 525 mil toneladas, 5% a maior que no ano anterior, conseguindo uma receita de 972 milhões de dólares, 38% maior que no mesmo período de 2009/2010.

As exportações de café do Brasil em fevereiro, até o dia 23, somaram 1.656.411 sacas, contra 1.748.459 sacas registradas no mesmo período de janeiro, informou o Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil).

Tecnicamente, o maio na ICE Futures US tem uma resistência em 267,85, 268,00, 268,50, 269,00, 269,50, 269,90-270,00, 270,50, 271,00, 271,50, 272,00, 272,50 e 272,90-273,00 centavos de dólar por libra peso, com o suporte em 264,55-264,50, 264,00, 263,50, 263,00, 262,50, 262,10-262,00, 261,50, 261,00 e 260,50 centavos por libra.

Fonte: AgnoCafe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *