Café Especial: Minasul no seleto grupo dos melhores do Brasil

Imprimir

Foi realizada no dia 17 de janeiro em Espírito Santo do Pinhal (SP) a final do 3º Concurso de Qualidade de Cafés do Brasil o ‘Cup of Excellence Late Harvest’. Nesta etapa, o júri internacional, composto por profissionais de prova e classificação dos principais compradores mundiais, vindos das Américas do Norte e Central, Europa, Ásia e Oceania voltaram a analisar as 46 amostras classificadas na fase nacional de acordo com propriedades como corpo, sabor, doçura e grau de acidez, dando notas de 0 (zero) a 100, conforme tabela oficial do Cup of Excellence.

Após a apuração, metade das amostras atingiu nota acima de 85 pontos e foi eleita vencedora da edição 2013. Os 23 vencedores do principal concurso de qualidade destinado a cafés naturais (colhidos e secos com casca) no Brasil são representantes das cinco regiões produtoras selecionadas na etapa nacional: Mogiana Paulista (SP) e Sul, Cerrado, Mantiqueira e Matas de Minas Gerais. Entre os lotes vencedores estão os de dois produtores da Minasul: Adelino Semboloni da Fazenda dos Tachos e Morvan Rabelo de Rezende do Sítio São Bento dos Tachos, ambos de Varginha.

“A premiação dos Cooperados da Minasul é uma demonstração que a nossa região tem alto potencial para produzir bebidas de altíssimo padrão, aliada à tecnologia de pós colheita. A criação do Departamento de Cafés Especiais e Diferenciados foi decisiva para identificar estes lotes e a cada ano aumenta o volume comercializado. Parabéns aos produtores e provadores”, comentou Adriano Rabelo, engenheiro agrônomo e coordenador do Departamento Técnico da Minasul.

Na primeira etapa do ‘Cup of Excellence Late Harvest’ foram selecionadas 140 amostras de 275 recebidas. Esses lotes eram de cafés originários das cinco regiões de Minas além da Mogiana de São Paulo; do Norte Pioneiro do Paraná; e do Cerrado e Oeste da Bahia. Da Minasul, foram inscritas 36 amostras sendo que 17 foram para a fase nacional e 6 para o júri internacional.

“A Minasul está há mais de 20 anos promovendo e valorizando a qualidade dos cafés dos seus cooperados através do Concurso Minasul. Eventos como esse, são indispensáveis para divulgação e captação de potenciais cafés. O resultado é o reconhecimento do esforço do produtor rural”, disse Francisco Lentini, do Departamento de Cafés Especiais e Diferenciados da Minasul e também árbitro julgador do 3º Concurso de Qualidade de Cafés do Brasil.

Os vencedores ganharam também o direito de participar do concorrido leilão online, no dia 6 de março. No pregão do concurso passado, 22 cafés vencedores foram negociados, gerando uma receita de aproximadamente US$ 402 mil, a uma média de US$ 6,31 por libra-peso, o que correspondeu a US$ 834,69 por saca de 60 kg. Na ocasião, esse fechamento representou alta superior a 451% sobre o fechamento do dia na Bolsa de Nova York (US$ 1,3965 por libra-peso no contrato com vencimento em maio de 2013, o mais negociado). Ao término dos negócios, o maior lance registrado foi de US$ 18,80 por libra-peso (alta de 1.346% ante Nova York), pago pela empresa UCC Ueshima Coffee Co.,Ltd, do Japão. Esse valor equivaleu a US$ 2.486,97 pagos por cada uma das 21 sacas do café campeão.

REALIZAÇÃO E APOIO
O 3º Concurso de Qualidade Cafés do Brasil Cup of Excellence Natural Late Harvest é patrocinado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), auditado pelo Centro do Comércio de Café do Estado de Minas Gerais (CCCMG) e conta com o apoio institucional da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (CeCafé) e do Conselho Nacional do Café (CNC).

SERVIÇO
3º Concurso de Qualidade Cafés do Brasil "Cup of Excellence Natural Late Harvest"
Leilão dos vencedores: 06/03/2014
Pagamento aos produtores: 06/05/2014

Vencedores do Cup of Excellence 2013
1º – 92,22 – Cinthia Dias Villela – Nossa Senhora Aparecida – Carmo de Minas / MG – Mantiqueira de Minas
2º – 90,25 – Antônio Fortes Bustamante – Fazenda Paraiso – Conceição das Pedras / MG – Mantiqueira de Minas
3º – 90,19 – Márcio de Souza Franqueira – Sitio da Serra – Carmo de Minas / MG – Mantiqueira de Minas
4º – 89,94 – Marisa Coli Noronha – Sítio São Francisco de Assis – Carmo de Minas / MG – Mantiqueira de Minas
5º – 89,69 – Carolina Coli Garcia – Gleba da Chácara – Carmo de Minas / MG – Mantiqueira de Minas
6º – 89,38 – Edson Rosa Garcia – Sitio Santa Terezinha – Carmo de Minas / MG – Mantiqueira de Minas
7º – 89,06 – Homero Teixeira de Macedo Junior – Fazenda Recreio – São Sebastião da Grama / SP – Mogiana
8º – 88,91 – Marlise Pereira Junqueira – Sítio São Sebastião – Cristina / MG – Mantiqueira de Minas
9º – 88,59 – Guy Junqueira Villela – Sitio Dois Irmãos – São Lourenço / MG – Mantiqueira de Minas
10º – 88,19 – José Wagner Ribeiro Junqueira – Serra das Três Barras – Carmo de Minas / MG – Mantiqueira de Minas
11º – 86,78 – Josdair Vicente Sandi – Sitio Santo Antônio – Conceição das Pedras / MG – Mantiqueira de Minas
12º – 86,75 – Márcio Heleno de Carvalho Junqueira – Sitio Bela Vista – Dom Viçoso / MG – Mantiqueira de Minas
13º – 86,66 – Fazenda Sertãozinho Ltda – Fazenda Rainha – São Sebastião da Grama / SP – Mogiana
14º – 86,33 – José Carlos Pereira – Sítio Caparaó – Araponga / MG – Matas de Minas
14º – 86,33 – Renata Guerra de Castro – Fazenda da Pedra – Carmo de Minas / MG – Mantiqueira de Minas
15º – 86,22 – Lilian Ribeiro Matuck – Pedra II – Soledade de Minas / MG – Mantiqueira de Minas
16º – 86,16 – Manoel Sebastião de Lima – Sitio Neneias – Araponga / MG – Matas de Minas
17º – 86,06 – Café Orfeu – Fazenda Sertãozinho – Botelhos / MG – Sul de Minas
17º – 86,06 – Adelino R. B. Semboloni – Fazenda dos Tachos – Varginha / MG – Sul de Minas
18º – 85,91 – Morvan Rabelo de Rezende – Sitio São Bento dos Tachos – Varginha / MG – Sul de Minas
19º – 85,78 – Ruvaldo Delarisse – Chapadão de Ferro – Patrocínio / MG – Cerrado Mineiro
20º – 85,56 – Severino Breno Pereira Junqueira – Sitio Nossa Senhora do Carmo – Carmo de Minas / MG – Mantiqueira de Minas
21º – 85,50 – Demétrio Flaviano de Oliveira – Sitio Rocinha – Pedralva / MG – Mantiqueira de Minas

Fonte: Assessoria de Comunicação Minasul

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *