Café de qualidade terá espaço na Assembleia Legislativa

Imprimir

Por determinação do presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Adalclever Lopes, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) passa a ser a fornecedora do café servido nas dependências da Casa. E a pedido do presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, deputado Antônio Carlos Arantes (PSDB), o espaço contíguo à entrada do plenário, oficialmente chamado de Salão de Chá, terá o nome mudado para Salão do Café, onde a bebida é tradicionalmente servida aos visitantes. Não se tem notícia da última vez em que foi servido chá ali.

O deputado Arantes explicou as mudanças. “Como sabemos, a Epamig é uma empresa do Estado muito importante para o agronegócio. O café fornecido por ela é de alta qualidade, sem misturas, e não custará mais caro aos cofres públicos. E a tecnologia que a empresa usa para produzir grãos de qualidade está disponível aos produtores mineiros”, afirmou.

Quanto à mudança de nome, o deputado Arantes considera estratégica. “Primeiro, porque não produzimos chá no Estado. Segundo, temos que valorizar o café de Minas porque ele é uma das maiores fontes de renda da nossa agricultura, gera quase um milhão de empregos e é um dos responsáveis pelo sucesso do agronegócio brasileiro, ajudando a equilibrar a balança de exportação. A importância do café é tão grande que, se Minas fosse um país, seria o maior produtor mundial. Então, não tem sentido a sede do Poder Legislativo homenagear um produto que não faz parte da nossa história. Temos que homenagear o produto que representa a grandeza de Minas Gerais, que é o café, cultivado em quase 70% do Estado”, justificou.

A troca de nome é uma reivindicação antiga do deputado Antônio Carlos Arantes. Há mais de cinco anos ele protocolou um requerimento lembrando a forte identificação da bebida com a tradição mineira. Por causa disso, Arantes fez questão de agradecer o presidente da ALMG pela decisão. “O presidente Adalclever teve a sensatez e a sensibilidade de reconhecer a importância do Café de Minas. Sou grato a ele por isto”, afirmou.

Café da Epamig

A mudança de nome será feita em solenidade oficial, na próxima quarta-feira (09/03/16), às 16 horas, com a presença de autoridades da agricultura, entidades ligadas à produção cafeeira e convidados. Na oportunidade, a Epamig promoverá a degustação de quatro qualidades de cafés produzidos pela empresa.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Deputado Estadual Antônio Carlos Arantes via Folha Regional

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *