Café arábica sobe forte nesta tarde de 4ª feira acompanhando dólar e divulgação da OIC

Imprimir
As cotações futuras do café arábica operam com alta de mais de 350 pontos nesta tarde de quarta-feira (03) na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). O mercado realiza ajustes ante a sessão anterior, mas repercute divulgações da oferta e câmbio.

Por volta das 11h43 (horário de Brasília), o vencimento setembro/19 registrava 113,15 cents/lb com 380 pontos de alta. O contrato dezembro/19 registrava 117,10 cents/lb e avanço de 375 pontos e o março/20 subia 360 pontos, a 120,50 cents/lb.

O mercado externo do arábica caiu na sessão anterior depois de altas recentes. Nesta quarta-feira, no entanto, os futuros da variedade voltam a subir em processo de ajustes técnicos e também de olho no câmbio e informações sobre a oferta.

“Os preços do café sobem nesta manhã depois que a Organização Internacional do Café (OIC) sua estimativa de superávit de café em 2018/19 para 3,11 milhões de sacas, ante uma visão anterior de 3,41 milhões de sacas”, destacou o Barchart.

O site internacional acrescenta que os preços também acompanham as oscilações do dólar ante o real. Às 11h53, o dólar comercial recuava 0,34%, cotado a R$ 3,842 na venda, acompanhando os próximos passos da reforma da Previdência.

A moeda estrangeira mais baixa ante o real desencoraja as exportações, mas em compensação pesa sobre os preços externos.

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil reportou na segunda-feira que as exportações brasileiras de café em junho saltaram 30% de um ano para o outro, totalizando 2,80 milhões de sacas de 60 kg.

No Brasil, no último fechamento, o tipo 6 duro era negociado a R$ 445,00 a saca de 60 kg em Guaxupé (MG) e em Poços de Caldas (MG) estavam valendo R$ 431,00.

Fonte: Notícias Agrícolas (Por Jhonatas Simião)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *