Cadeia produtiva do café busca produto com mais qualidade para o consumidor

Imprimir

O Brasil é o maior produtor de café do mundo e ainda quer mais. A cadeia produtiva do País desenvolve novas técnicas de produção, colheita, transporte, armazenamento e torra para ampliar a qualidade do produto. O empresário de Brusque, Marcelo Maffezzolli, Diretor da Colonial Café, conta que esta busca pelo café de características especiais é uma tendência atual que foi apresentada no 8º Espaço Café Brasil, evento que reuniu mais de seis mil profissionais do setor em Belo Horizonte. Maffezzolli explica que nos últimos anos aconteceu um boom no mercado do café, o que tem ampliado os parâmetros de avaliação, regulamentação e característica do produto. “Esta tendência tem incentivado os países produtores a investir na qualidade dos grãos comercializados”, explica.

Para o consumidor, um café de característica gourmet oferece sabores e aromas diferenciados e ainda auxilia nos cuidados com a saúde. “A qualidade é insuperável. O consumidor que prova um café de qualidade gourmet nota a diferença gritante para um café tradicional. O consumidor se torna mais exigente e não aceita mais um café comum”, acrescenta Maffezzolli.

O empresário conta que a busca pela qualidade está tão enraizada na atual cultura cafeeira que foi criada uma nova profissão: o Coffee Hunter (caçador de café). “Este profissional procura grãos especiais, de alta qualidade e exóticos”, afirma.

O Gerente Comercial da Colonial Café, Michel Souza, afirma que outra tendência no mercado de café são os cosméticos. Ele explica que foram realizados estudos nos últimos anos que comprovaram os benefícios do extrato do grão verde do café para cosmetologia. Diante das pesquisas, diversas indústrias têm investido e ampliado a produção de sabonetes, hidratantes, esfoliantes, xampus, óleos corporais e perfumes que usam o produto como matéria-prima. O gerente lembra ainda que o mercado busca priorizar a saúde do consumidor.

Empresa de Brusque participa de campeonatos
A Colonial Café foi representada pelo empresário Marcelo Maffezzolli, no 13º Campeonato Brasileiro de Baristas, realizado durante o Espaço Café Brasil. O diretor da empresa de Brusque foi juiz sensorial da competição e ajudou a eleger o profissional que melhor produziu 4 espressos, 4 capuccinos e 4 drinques, sem álcool. Maffezzolli ainda foi juiz do 3º Campeonato Brasileiro de Preparos de Cafés (Coffee Brewers).

O empresário também concorreu no 6º Campeonato Brasileiro de degustadores, o Cup Tasters. Na competição, identificou o produto por suas características gustativas. “Participar dos campeonatos e do Espaço Café Brasil foi uma experiência sensacional para a nossa empresa. É sempre importante estar entre os melhores profissionais do setor para trocar experiências e manter o melhor serviço aos clientes”, afirma Maffezzolli.

Fonte: Paranashop

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *