Brasil quer exportar café com marca própria para China

Imprimir
café
Cerca de 20 produtores/empresas brasileiras fabricantes de café irão participar, de 05 a 10 de novembro, em Xangai, da 1a Feira Internacional de Importações da China, que terá como objetivo aproximar fornecedores estrangeiros de compradores chineses em diversas áreas, entre as quais produtos agrícolas e alimentícios.

Foi o que destacou o Embaixador Roberto Jaguaribe, presidente da Apex-Brasil, durante evento, realizado nesta quarta-feira (05), em São Paulo (SP), que debateu a corrente comercial sino-brasileira.

De acordo com Jaguaribe, o agronegócio brasileiro precisa investir mais na exportação de itens de maior valor agregado, e o café é uma oportunidade neste sentido. “Exportamos o grão verde, e não o produto pronto. Falta marca internacional ao produto brasileiro”, disse.

Segundo o embaixador, no caso do café, é difícil que o Brasil consiga vender o produto com marca própria em mercados já consolidados, até porque quem já está estabelecido vai dificultar. “Logo, a China, a Ásia são mercados em potencial para nós.”

Via ABIC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *