Brasil ajuda China a estimular consumo de café

Imprimir

Gigante com Potência para superar EUA, Brasil e Alemanha no consumo de café, estimula o consumo da bebida no país. Para Bunco Wong, presidente da Associação Chinesa de Café Especiais (CSCA, sigla em inglês), a tendência de crescimento econômico e as mudanças culturais em curso, tornam esse cenário mais palpável.

A esperança de Wong está nos jovens que encontram nas cafeterias um novo estilo de vida, mais aberto a costumes ocidentais, e estes representam 40% da população. Segundo o presidente da CSCA entidade criada para “ensinar” os chineses a apreciar a bebida, propagandas, marketing e treinamento tendem a acelerar o consumo do produto no país.

Wong vê um mercado crescente que proporcionaria emprego a jovens recém-formados que muitas vezes precisam de uma porta de entrada para o mercado de trabalho.

Em contra partida, se o consumo de café na China tornar-se um habito apesar de uma cultura milenar em chá, o problema com a cafeicultura teria fim.

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *