Bolsa lança certificado com liquidação digital

Imprimir
Seguir a tendência do digital foi o que levou a Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM) – entidade civil sediada em São Paulo e integrada por mais de 130 corretoras – a lançar, em abril, a CPR digital com liquidação física e, em outubro, o mesmo instrumento digital com liquidação financeira.

A plataforma Bolsa Agro CPR permite aos credores – indústrias de agroquímicos, principalmente, mas também processadoras, tradings e instituições financeiras ligadas a fundos de investimento – trabalhar com três modalidades de documento: registro da cédula em cartório, monitoramento por satélite e seguro agrícola.

O consultor da BBM para essa área, Carlos Widonsck, calcula que o mercado de CPRs movimente anualmente entre R$ 100 bilhões e R$ 200 bilhões, número que não pode ser confirmado, uma vez que o nível de informalidade (contratos de gaveta) também é difícil de mensurar. Em porcentual, as CPRs representariam cerca de 80% do crédito agrícola brasileiro.

Widonsck não revela o número de contratos de CPRs digitais fechados até agora pela BBM, apenas informa que os produtores envolvidos têm áreas de produção variáveis em tamanho e um pouco mais concentrados na cultura do café. Ainda que acredite que as CPRs em papel não vão acabar, o consultor da BBM percebe um “entusiasmo” por parte dos credores que utilizam a plataforma.

Fonte: Agência Estado (Por Moacir José, especial para o Estado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *