Associação de Mulheres do Sul de Minas recebe certificado Rainforest Alliance

Imprimir
A Associação de Mulheres Cafeicultoras do Sul de Minas, Amecafé Mantiqueira, com apoio de treinamento do Sistema Faemg/Senar, recebeu o certificado socioambiental Rainforest Alliance, da IBD Certificações, certificadora 100% brasileira com atuação internacional.

É a primeira vez que um grupo de mulheres produtoras recebe esta certificação. O selo foi desenvolvido pela Rede de Agricultura Sustentável, que tem a participação de organizações internacionais conservacionistas e independentes. Ele define as boas práticas agrícolas, que causam menos danos para a saúde do homem, do trabalhador envolvido na cadeia produtiva e o cuidado com as questões ambientais.

“Conseguimos a certificação da Rainforest Alliance com um grupo de dezessete mulheres. Começamos do zero, desde a parte social até a ambiental”, explica a presidente da Amecafé Mantiqueira, produtora e mobilizadora da Regional de Lavras do Sistema Faemg / Senar Minas, Iraci de Fátima Inácio Carvalho.

Segundo Iraci, o processo para a certificação é bem detalhado e qualquer falha nos critérios exigidos resultaria na eliminação. Uma das etapas criteriosas está relacionada ao uso de agrotóxicos. Outro ponto é a capacitação técnica, quesito que a Amecafé teve o apoio do Senar Minas, por meio do gerente Wander Magalhães e sua equipe, que atendeu com treinamentos exigidos pela certificação.

“Os certificados do Senar Minas são valorizados e aceitos em qualquer processo de certificação. Agradecemos imensamente por essa colaboração. A maioria não tinha casinhas de agrotóxicos, fossa séptica. E num prazo de três meses, tivemos que nos adequar às normas, desde o CAR até licença ou dispensa ambiental. A associação teve também o apoio da Fundação Hanns Neumann”, relata Iraci.

Amecafé Mantiqueira
A associação foi fundada em 10 de maio de 2017 e começou com as sócias fundadoras Leila Lemes e Margarida Santos. Com sede em Heliodora (MG), a Amecafé Mantiqueira é uma associação que representa as mulheres envolvidas diretamente na cadeia produtiva do café.

Os principais objetivos são melhorar a renda e a qualidade de vida das cafeicultoras e de suas famílias. O grupo busca algumas estratégias de crescimento, como capacitação técnica, treinamentos específicos, participação em feiras, visitas técnicas, dias de campo, palestras e workshops, eventos direcionados ao agronegócio café, capacitações nas áreas de gestão de negócios, em saúde e financeira.

Atualmente, a associação conta com 153 cafeicultoras, todas na área geográfica da Serra da Mantiqueira, podendo fazer parte das 25 cidades, devido ao selo de procedência. Hoje, as produtoras associadas são dos municípios de Heliodora, Lambari, Cristina, Pedralva, Olímpio de Noronha, Cambuquira, Baependi e São Gonçalo do Sapucaí.

As informações são da Faemg.
Por Equipe CaféPoint

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *