Aproveite os benefícios do café e saiba preservar seu sabor

Imprimir

“A primeira coisa do dia é meu cafezinho, se eu não tomar eu não pego no tranco”, diz Gracia Maria Fonseca, dona de casa. Isso porque o café absorve a adenosina, uma substância que provoca cansaço e sonolência.

“Melhora o nível de alerta, atenção, concentração”, explica Rodrigo Luiz Barbosa Lima, médico do sono. Mas é bom não tomar café de estômago vazio, principalmente quem sofre de algumas doenças. “Gastrite, refluxo, pessoas que tem transtorno de ansiedade, síndrome do pânico, pressão alta mal controlada, arritmia cardíaca”, alerta o médico do sono.

A recomendação é tomar no máximo quatro xícaras de café por dia, mas nada de exagerar no tamanho da xícara para poder tomar mais, a quantidade ideal por xícara é de 150 mililitros, uma xícara tradicional de café bem cheia.

A cafeína é estimulante mesmo, por isso a recomendação é tomar o último café até às quatro da tarde para não atrapalhar o sono.

E pra ele ficar saboroso, preste atenção a estas dicas: mesmo que o prazo de validade seja maior, prefira o produto embalado há um mês e meio no máximo aconselha a especialista. “O pó tem que ter uma boa aparência, não deve ser um pó muito preto, a cor ideal é um marrom mais pra claro”, diz Magda Dias Leite, barista.

Guarde o pó em um recipiente fechado ou então: “Dobre o saquinho e use aquele famoso pregador de roupa para fechar”, explica Magda Dias Leite, barista. E acredite, o ideal é guardar na geladeira. “A baixa temperatura retarda a oxidação”.

Use água mineral ou filtrada. “Nunca o pó na água, sempre a água no pó. Quanto mais tempo o café fica em contato com a água, mais cafeína ele libera e a cafeína é que deixa o gosto amargo”, afirma a especialista.

O café deve ficar mais saboroso. Algumas indústrias misturavam até trinta por cento de impurezas como cascas e madeira no pó, uma norma publicada nesta segunda-feira determina um limite de um por cento.

A norma sobre a redução de impurezas no café só entra em vigor em fevereiro do ano que vem.

Fonte: Jornal Hoje (Globo.com)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *