Antuérpia quer estimular exportações brasileiras de café

Imprimir

O Porto de Antuérpia, na Bélgica, pretende estimular as exportações brasileiras de café, segundo Luc Arnouts, diretor comercial do complexo portuário belga, que fez uma visita à ACS (Associação Comercial de Santos), na tarde desta terça-feira, 2 de abril de 2013, para expor os benefícios de enviar produtos – em especial café – para a Europa via Antuérpia.

O 1.º diretor financeiro da Associação Comercial de Santos, Antonio Carlos Cavaco, e o diretor executivo, Marcio Calves, receberam os visitantes. Representantes de empresas exportadoras, como a Intercoffee, a Swiss Coffee House, a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé) e a Ecom Trading, também estavam presentes. A Cooxupé é a maior cooperativa de cafeicultores do mundo.

Arnouts afirmou que a Bélgica é um importante ponto de entrada de café verde para a Europa: 35% vão para a Alemanha, 15% para a Itália, 10% para o mercado belga, 8% para a França e 4% para o Reino Unido. Os cinco maiores mercados exportadores são: Brasil com 28%, Vietnã com 17%, Honduras com 10%, Peru com 7% e Uganda com 7%.

O diretor comercial do Porto de Antuérpia enfatizou que o sucesso do complexo portuário é devido a quatro fatores-chave: acreditação, conectividade, operadores portuários e valor agregado.

O porto tem 5,5 milhões de metros quadrados de área coberta para estocagem de cargas. Do total, 750 mil metros quadrados são dedicados ao café e ao cacau, além de dispor de mais 250 mil metros quadrados para tal finalidade.

Fonte: Guia Marítimo via Portogente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *