ABIC comunica falecimento do médico e pesquisador Darcy Roberto Lima

Imprimir

É com imensa consternação e muita tristeza que a ABIC comunica o falecimento do médico e pesquisador Dr. Darcy Roberto Lima, pioneiro nos estudos dos benefícios do café para a saúde humana. Ele faleceu dia 24 de julho, em João Pessoa (PB), onde morava nos últimos anos com sua família, recuperando-se de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) sofrido em agosto de 2009, em sua casa no Rio de Janeiro. A ABIC recebeu a notícia apenas na noite dessa terça-feira (11 de agosto).

PhD em Medicina pela Universidade de Londres, escritor e professor do Instituto de Neurologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Darcy Lima era natural de Cruz Alta, no Rio Grande do Sul.

Foi na UFRJ, na década de 1980, que Darcy Lima e o prof. Luis Trugo, falecido 2004, começaram a estudar o café como alimento funcional, nutracêutico e medicinal. De 1986 a 1994, eles realizaram uma grande pesquisa dentro do projeto denominado “Café e Memória”. Foi quando a ABIC passou a apoiar esses trabalhos e também a divulgar de forma ampla os benefícios do consumo moderado e diário de café, dirigido à comunidade médica e ao grande público. Nascia ali uma grande parceria entre Darcy e a ABIC e, sobretudo, era o marco do pioneirismo das pesquisas no Brasil nessa área.

As primeiras evidências científicas constataram que o café podia combater grandes males da humanidade, como alcoolismo, depressão e consumo de drogas, devido aos seus componentes, como os ácidos clorogênicos e derivados, e que o consumo de café contribuía também no aprendizado escolar e no estado de alerta. Isso entusiasmou a comunidade científica brasileira e internacional, resultando na criação, em 1999, do Instituto de Estudos sobre Café, em Vanderbilt, em Nashville, nos Estados Unidos, instituição financiada por países produtores e consumidores (www.mc.vanderbilt.edu/coffee).

Foram inúmeros os projetos idealizados e levados adiante por Darcy Lima, assim como é imensa a rede de médicos e pesquisadores que com ele trabalharam e que continuarão expandindo esses estudos, a exemplo do projeto Café e Coração, conduzido pelo InCor – Instituto do Coração, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Em parceria com a ABIC, Darcy Lima desenvolveu o Programa Café e Saúde, que incluiu a publicação de Cartas Médicas, que eram enviadas periodicamente aos profissionais de todas as áreas e especialidades da saúde, e um programa de televisão veiculado no “Conexão Médica’, que, via satélite, chegava em 2007 a mais de 50 mil médicos de todo o Brasil, incluindo Faculdades e Escolas de Medicina e de áreas afins.

Com o apoio do Ministério da Agricultura e das demais entidades do agronegócio, também foram produzidos folders, como “O que você precisa saber sobre Café e Saúde”, que trazia novas e interessantes informações sobre os benefícios do café para a saúde, inclusive na prevenção da depressão, Parkinson, etc. Foi também autor de mais de 20 livros, sendo o último “101 Razões para tomar café”, lançado em 2010.

O Dr. Darcy, no entanto, considerava que a maior descoberta de todas, foi a de que o café é a bebida natural mais indicada para estudantes de todos os níveis e atletas, por ajudar na capacidade intelectual, no humor e no aprendizado.
“A planta café é a ideal para um corpo sadio e uma mente sadia, ao contrário das bebidas artificiais, como energéticos, refrigerantes e isotônicos, que não trazem nenhum benefício para a saúde”.

 

Darcy Roberto Lima – 1950 / 2015

* Endereços para condolências: dnovais7@gmail.com, marceloecs@hotmail.com e roberto.limaa@hotmail.com

 

 


Fonte: ABIC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *