MERCADO BUSCANDO NOVOS ALVOS

O mercado de café nesta semana consolidou a marca dos 180.00 cents de dólar por libra peso e fechou perto da máxima em 188.35 o maior fechamento desde 1.997 mostrando força no mercado que ainda ninguém tem noção onde devera ser o nível de preço que devera conseguir fazer.

A expansão das economias vem trazendo junto o que será inevitável à destruição da natureza , para alimentar uma população crescente e com fome de consumir.

Os problemas climáticos que assistimos diariamente em reportagens pela televisão deixam claro que o planeta Terra esta agonizando, mas também deixa claro que as pessoas só ficam sensíveis ao fato que esta acontecendo se estiver acontecendo dentro de suas próprias vidas, portanto após verem o noticiário as pessoas se fecham em sues mundos e continua sua rotina de consumo.

Esta mudança no clima que vemos ,aliada, sem discutir se a mudança esta acontecendo por era glacial, ou por interferência humana, pois não sou cientista, interfere diariamente na produção de produtos agrícolas, junto temos uma economia com maior poder de consumir e uma geração nova de consumidores com fome disto.

No café este problema climático veio simplesmente trazer uma realidade que apareceria de qualquer forma, estes consumidores não se interessam se a produção agrícola traz resultado positivo para o produtor, e vem esmagando a classe com preços cada vez menores, pois o mercado esta fazendo máximas nas bolsas agora e comparar o preço ao preço de 1.997 achando que este preço traria remuneração é simplesmente tampar o sol com a peneira, a cafeicultura brasileira esta quebrada, devendo, não fazendo grandes investimentos há anos, o que traria mais cedo ou mais tarde esta nova realidade à tona.

Realidade esta que é estoque baixo e alto custo de produção e abandono de lavouras para troca de culturas como eucalipto soja ou cana de açúcar.

Analistas falam que a crise financeira ainda traria uma nova onda e para mim que gosto de estudar gráficos sei que seria uma onda 3 de Elliot que normalmente tem no mínimo o mesmo tamanho da onda 1 que foi no ano de 2.008 e esta onda estaria perto de acontecer, levando o caos e o desemprego, agora como ela seria maior ,pegaria não os EUA mas também atingiria a Europa, os grandes consumidores em geral e também de café, o único fator que poderia trazer preços mais baixos do que estamos vendo e prevendo maiores em breve.

A Colômbia terceiro maior produtor de café mundial e maior produtor de cafés suaves descascado, passa pelo mesmo problema do brasileiro, produtores desanimados, descapitalizados, junto com o fator climático, fizeram aparecer à ponta do Iceberg o primeiro deles onde a baixa produtividade mostrou um hiato entre um crescente consumo deste tipo de café e a produção, mas teríamos esta falta de café mais cedo ou mais tarde.

Alguns investidores localizaram uma grande jogada para se ganhar uma verdadeira montanha de dólares, pois, já tinha 26 meses que ninguém fazia nem um certificado de café na Ice bolsa de mercadorias de Nova Iorque onde se comercializa o contrato C, não se certificava nenhum contrato, porque pagasse um preço melhor ou maior fora da bolsa, no mercado físico, enxergando isto entraram comprando justamente na hora em que esperava uma queda muito grande, pois o Brasil estaria colhendo uma grande safra de café pegando as grandes trades vendidas no contra pé e tendo elas que disponibilizar enormes margens de dinheiro para o mercado.

Na Bmf bolsa brasileira de mercadoria algo parecido aconteceu só que na grande maioria das pessoas que estão tendo de deixar suas margens são produtores brasileiros que jogaram contra o próprio patrimônio vendendo e não acreditando na alta de preços e estão perdendo suas safras na bolsa, também bolsa não é para quem não tem uma noção de mercado delas.

A falta de cafés suaves que movem estas duas bolsas está trazendo a tristeza de quem não acreditou no que estava acontecendo e não entendeu a própria realidade, e a alegria de quem esta vendo este mercado de uma forma diferente.

O próximo passo que deveremos ver na bolsa seria o mercado fazer um novo topo, depois poderá na seqüência como vem acontecendo uma correção onde investidores estão aproveitando estes mergulhos para aumentar suas posições de comprado este é o ciclo que estamos observando na bolsa.

Esta alta é o fator que regulará este mercado trazendo novos preços, lucros e investimentos de plantio para novamente termos um novo ciclo de baixa, mas isto será para um outro momento agora temos que apreciar este momento que a cada semana nos traz novos preços e alegrias para o setor produtivo.

Os trade da semana tivemos um negativo na ponta vendedora onde fomos stopados, vendido a 180.00 stopado a 182.50 com prejuízo de 250 pontos, nova entrada na ponta vendedora a 182.00 e fechamos o trade no mesmo dia a 179.00 onde era o alvo, com lucro de 300 pontos, entramos comprado a 181.00 e saímos na sexta feira a 187.00 com lucro de 600 pontos fechando a semana líquidos e com lucro de 750 pontos de lucro em quatro contratos. Na seqüência de trader, respeitando uma técnica que desenvolvi, da media de phi ao cubo, que esta me trazendo bons resultados e me mantendo dentro do mercado uma maior parte do tempo.

Tecnicamente o mercado fez nos últimos pregões três uma figura chamada de 3 soldados brancos uma configuração de alta e de continuação da tendência, mas também esta configuração mostra um mercado sobre comprado podendo fazer amanha uma candle de indefinição doji ou uma estrela mostrando reversão, mas isto é simplesmente um exercício de imaginação tentando adivinhar o futuro, mas a media de phi ao cubo na sexta me tirou do trade comprado e me põe na posição de vendido a 187.00 com stop acima do topo em 189.00.

Uma boa semana a todos bom feriado que Deus os abençoe.

* Wagner Pimentel – Corretor e produtor de café em Manhuaçu/MG

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *