Café especial do Cerrado Mineiro vence o Cup of Excellence – Brazil 2021

Imprimir
“Em uma safra totalmente transcorrida em meio aos desafios implantados pela pandemia da Covid-19 e às adversidades climáticas, a cafeicultura brasileira se mostrou resiliente e, uma vez mais, apresentou-nos cafés espetaculares”. Essa é a avaliação da diretora da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), Vanusia Nogueira, ao anunciar, hoje, 18 de novembro, os vencedores do Cup of Excellence – Brazil 2021, principal concurso de qualidade do mundo para o produto, que a entidade realiza em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE).

A fila da qualidade exposta por ela foi encabeçada pelo produtor Vitor Marcelo de Queiroz Barbosa, com seu lote produzido na Fazenda Cachoeira, em Carmo do Paranaíba, na Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro, que recebeu 90,50 pontos do júri internacional, na escala de zero a 100 da competição, e foi eleito o melhor café especial do Brasil na safra 2021.

A amostra inscrita por Luiz Paulo Dias Pereira e Outros, produzida na Fazenda do I.P., em Carmo de Minas, na Denominação de Origem Mantiqueira de Minas, veio na sequência, com 90,14 pontos, e, junto com o campeão, foram considerados “cafés presidenciais” do Cup of Excellence – Brazil 2021.

No total, o concurso teve 29 vencedores – amostras que obtiveram nota igual ou superior a 87 pontos na Fase Internacional –, oriundos de sete origens produtoras do país: Chapada Diamantina (BA), Indicação de Procedência Matas de Minas, Média Mogiana (SP), Montanhas do Espírito Santo, Sul de Minas, além das Denominações de Origem Região do Cerrado Mineiro e Mantiqueira de Minas.

Também foram eleitos nove “Campeões Nacionais”, que receberam notas entre 86,00 e 86,99 pontos. Esses cafés são originários da Indicação de Procedência Alta Mogiana (SP), Chapada Diamantina (BA), Denominação de Origem Mantiqueira de Minas, Indicação de Procedência Matas de Minas e Montanhas do Espírito Santo. O resultado completo pode ser acessado no site da BSCA: https://bit.ly/3odx6zk.

O guatemalteco Eduardo Ambrocio, juiz principal do Cup of Excellence – Brazil 2021, também enalteceu o profissionalismo dos produtores nacionais, que cultivaram grãos excepcionais mesmo diante dos desafios enfrentados. “Encontramos cafés maravilhosos, com qualidade excepcional. As provas são cada vez mais complexas porque há melhores cafés, com variedades e perfis diferentes e isso se refletiu na diversidade das bebidas. Muito obrigado aos produtores brasileiros por produzirem esses cafés excepcionais”, destaca.

A opinião é compartilhada pelo jurado internacional Lloyd Thom, da empresa Campos Coffee, da Austrália. “Amo fazer cupping do Cup of Excellence Brazil. É sempre uma oportunidade maravilhosa para redefinir minhas ideias e impressões dos sabores que um café brasileiro pode apresentar. Os frutos cultivados na ‘Nação do Café’ possuem variedade infinita de sabores e nos proporcionam diferentes experiências. São realmente de primeira classe e continuam a evoluir e a transcender minhas noções do que é o café brasileiro”, revela.

PRÓXIMAS ETAPAS
Os 29 vencedores ganharam o direito de participar de um leilão, via internet, no dia 20 de dezembro. Nesse pregão, os principais compradores do mundo disputarão os melhores cafés brasileiros da safra 2021 e os valores alcançados são bem superiores ao mercado convencional. O preço de abertura de cada lote é de US$ 5,50 por libra-peso, o que equivale a cerca de *R$ 4.020 por saca de 60 kg.

O concurso também colocará à venda os Campeões Nacionais, entre os dias 10 e 21 de dezembro, ao preço de abertura de US$ 4,50 por lb-peso, ou aproximadamente *R$ 3.290 por saca.

Esta edição inovou, ainda, ao aumentar a possibilidade de negociação. Além dos vencedores e campeões nacionais, as 37 amostras seguintes na classificação, que obtiveram nota igual ou maior que 86 pontos na Fase Nacional, foram denominadas Brazil Select e estão à venda, desde 21 de outubro – até 5 de dezembro –, em um marketplace desenvolvido pela empresa MCultivo, ao valor de US$ 4,20 por libra-peso (*R$ 3.070 por saca).

BRAZIL. THE COFFEE NATION
Cup of Excellence – Brazil 2021 integra as ações do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, desenvolvido pela BSCA e pela Apex-Brasil com foco na promoção comercial do produto brasileiro no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos grãos nacionais em todo o mundo e posicionar o país como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas.

A vigência do atual projeto se dá até março de 2023 e tem como mercados-alvo: i) Canadá, Estados Unidos, China, Coréia do Sul, Japão, Alemanha, Espanha, Polônia, Reino Unido, Turquia, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita para os cafés crus especiais; e ii) Canadá, China, Emirados Árabes Unidos, Chile, Portugal e Estados Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem.

O projeto visa, ainda, expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros. As empresas que ainda não fazem parte podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / 99824-9845 / 99879-8943 ou do e-mail info@bsca.com.br.

* Dólar a R$ 5,524, conforme fechamento de 17 de novembro de 2021.

Fonte: BSCA – Assessoria de Imprensa