ARTIGO: Semana de sustos e consolidação

Imprimir
Por Marcelo Fraga Moreira*

Logo na segunda-feira, mesmo com as notícias e preocupação com a estiagem que vem castigando as zonas produtoras de café, o mercado já começou caindo 470 pontos dando ínicio à consolidação e laterização da semana. A amplitude do período foi reduzida para “apenas” 985 pontos no Dez-20, encerrando a semana @ 108,95 centavos de dólar por libra-peso (máxima @ 114,75 centavos de dólar por libra-peso e a mínima @ 104,90 centavos de dólar por libra-peso). Os fundos voltaram a vender e terminaram a semana ainda comprados em +30.800 lotes (reduzindo a posição em aproximadamente -6.000 lotes).

Na última sessão da semana (mesmo com o Real negociando acima dos 5,60 R$/US$ durante todo o período e atingindo a máxima @ 5,6866 R$/US$), após o Dez-20 atingir a mínima da semana @ 104,90 centavos de dólar por libra-peso (respeitando o importante suporte da média-móvel dos 50 dias @ 104,80 centavos de dólar por libra-peso) o mercado virou, terminou firme, com uma importante reversão chegando a negociar na máxima do dia @ 110,00 centavos de dólar por libra-peso!

Tecnicamente o Dez-20 encontra um importante suporte nos 104,80 centavos de dólar por libra-peso e a primeira resistência @ 112,70 centavos de dólar por libra-peso (média-móvel dos 14 dias). Na sequência os próximos objetivos são as resistências dos 100 e 200 dias entre 115,30 – 116,50 centavos de dólar por libra-peso. Rompendo os 104,80 centavos de dólar por libra-peso (o que não acreditamos nesse momento, a não ser que as chuvas voltem a ocorrer com abundancia para iniciar a recuperação das lavouras) novos “stops” deverão ser acionados levando as cotações para 100-97 centavos de dólar por libra-peso. E, subindo, rompendo as médias-móveis dos 100 e 200 dias, poderemos ver novamente os fundos voltando as compras e mercado voltar para os 130-140 centavos de dólar por libra-peso!

Para a posição Setembro-21 temos suporte nos 110,90 centavos de dólar por libra-peso e resistências nos 116-120-123,70 centavos de dólar por libra-peso! Fiquem atentos pois se a onda de calor continuar poderemos ver o mercado dar o rallie de final de ano similar ao ano passado!

Não faltaram “notícias baixistas”, justificativas para a queda dos preços: armazéns seguem lotados, cooperativas estão “correndo atrás de armazéns de terceiros”, continuam as filas de caminhões para descarregar, e produtores estão procurando entregar seus compromissos e receber seus pagamentos. Percepção segue sendo que a safra 20/21, com as operações de “varreção” ainda em andamento, será mesmo recorde entre 67-70 milhões de sacas.

Alguns produtores seguem com café disponível para venda spot, buscando preços entre 580-600 R$/saca. Principais tradings continuam fora do mercado, aguardando o cumprimento das entregas dos compromissos já assumidos. Para safra 21/22 poucos negócios futuros sendo realizados.

Segundo relatório do World Weather Inc, chuvas previstas para América Central, África, Vietnam seguem boas favorecendo o desenvolvimento das lavouras.

Nossa recomendação continua a mesma da semana passada: tomem cuidado com as posições vendidas e aproveitem as oportunidades para fixar as safras 21/22 e 22/23! Para os “vendidos”, voltem a procurar proteção comprando “Call-Spreads” no Dez-20 (por exemplo Call-Spread 120-140 centavos de dólar por libra-peso. Para safra 21/22 e 22/23, se os preços para Set-21 / Set-22 derem oportunidade para fixar em Reais/saca acima dos 700/750 R$/saca não percam as oportunidades!

– Como sempre, cuidado com as operações estruturadas, acumuladores.

Uma excelente semana a todos!

A Archer Consulting está lançando dois cursos inteiramente on-line e ao vivo: o Curso Essencial de Futuros em Commodities Agrícolas que vai ocorrer de 23 a 27 de novembro, destinado àqueles que precisam dos conhecimentos essenciais acerca do funcionamento do mercado de commodities; e o Curso Avançado de Opções em Commodities Agrícolas, de 30 de novembro a 04 de dezembro. Todos das 17 às 19 horas por meio da plataforma Zoom®, e gravados para posterior revisão. Mais informações no e-mail priscilla@archerconsulting.com.br

*Marcelo Fraga Moreira é um profissional há mais de 30 anos atuando no mercado de commodities agrícolas, escreve este relatório sobre café semanalmente como colaborador da Archer Consulting.
** “Call” = opção de Compra
** “Put” = opção de Venda
** “Compra Call-Spread” = compra e venda simultânea de 2 Opções de Compra comprando a Opção com preço de exercício mais baixo vendendo a Opção com preço de exercício mais alto);
** “Venda Call-Spread” = venda e compra simultânea 2 Opções de Compra vendendo a Opção com preço de exercício mais alto e comprando a Opção com preço de exercício mais baixo);
** “Compra Put-Spread” = compra e venda simultânea 2 Opções de Venda comprando a Opção com preço de exercício mais alto e vendendo a Opção com preço de exercício mais baixo);
** “Venda Put-Spread” = venda e compra simultânea 2 Opções de Venda vendendo a Opção com preço de exercício mais alto e comprando a Opção com preço de exercício mais baixo);

Fonte: Archer Consulting – Assessoria em Mercados de Futuros, Opções e Derivativos Ltda