Preços do café no Vietnã caem como consequência do conflito Rússia-Ucrânia

Imprimir
Os preços do café no Vietnã caíram nesta quinta-feira, após uma queda nas cotações na bolsa de Londres em meio a interrupções na cadeia de suprimentos e preocupações sobre sistemas de pagamento resultantes do conflito Rússia-Ucrânia, disseram traders.

O contrato maio de Londres ICE havia caído 6,8%, ou 149 dólares a tonelada, ao longo da semana passada até o fechamento de quarta-feira, ficando em 2.030 dólares por tonelada, o nível mais baixo desde setembro do ano passado, mostraram dados da Refinitiv.

“A queda nos preços globais se deve em parte à crise Rússia-Ucrânia”, disse um exportador do cinturão cafeeiro.

“Tenho grandes clientes na Rússia. Com as atuais sanções impostas ao país, gostaria de saber se meus grãos prontos para embarque podem ser entregues e como meus clientes podem efetuar o pagamento.”

Agricultores nas Terras Altas Centrais, a maior área de cultivo de café do Vietnã, venderam café a 38.900-41.000 dongs (1,70-1,80 dólar) por kg, abaixo da faixa de 40.600-41.800 dongs da semana passada.

Outro trader disse que alguns de seus embarques ainda estavam congestionados no porto e não podiam ser entregues, acrescentando que as taxas de embarque permaneceram “altas”.

Traders do Vietnã ofereceram café robusta com desconto de 325 dólares por tonelada em relação ao contrato de julho, em comparação com a faixa de desconto de 330 a 340 dólares da semana passada.

As exportações de café do Vietnã nos dois primeiros meses do ano provavelmente aumentaram 3,4% em relação ao ano anterior, para 293.000 toneladas. Os embarques de café em fevereiro estão estimados em 130.000 toneladas, avaliadas em 304 milhões de dólares, mostraram dados oficiais.

Fonte: Reuters (Por Phuong Nguyen)