PAUSA PARA O CAFEZINHO: 31º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso

Imprimir
A Coluna Pausa para o Cafezinho desta semana é sobre uma das maiores premiações do setor cafeeiro do Brasil, o 31º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso, eu costumo dizer que é o Oscar do Café para os cafeicultores brasileiros devido a sua relevância global em qualidade, sustentabilidade, inovação, arte e tecnologia.

Depois de 2 anos com eventos realizados virtualmente devido a pandemia do coronavírus, o 31º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade do Café para Espresso aconteceu nesta última quinta-feira em São Paulo presencialmente, reunindo os melhores cafeicultores do país.

Foi uma cerimônia linda e foi indescritível estar ali presenciando a emoção de cafeicultores de diversas regiões produtoras do país depois de 2 anos de distanciamento social.

Os convidados estavam super animados, e na abertura do evento a mestre de cerimônias Luah Galvão com todo o seu carisma e alto astral relatou a satisfação e alegria por esse reencontro presencial em mais uma edição da premiação.

Há mais de trinta anos fomentando a produção do café de qualidade na cafeicultura brasileira, a illycaffè realizou a trigésima primeira edição do Prêmio no formato presencial, após dois anos de cerimônia virtual, e contou com as presenças do presidente da illycaffè, Andrea Illy, e da diretora de Ética Anna Illy.

Selecionados pela Comissão Julgadora do Prêmio, composta por especialistas nacionais e internacionais da illycaffè, os premiados foram escolhidos entre 40 finalistas nacionais. Durante a premiação foram revelados os três grandes vencedores da edição, que receberam diplomas e cheques no valor de R$ 10 mil cada um. São eles:

1º Lugar Candido de Sordi Machado (Sul de Minas)

2º Lugar Claudio Esteves Gutierrez (Chapada de Minas)

3º Lugar  João Batista dos Santos (Matas de Minas).

Esses três vencedores vão representar o Brasil na disputa do 7º Prêmio Ernesto Illy Internacional, que será realizado em Nova York, no segundo semestre, e que reúne 27 cafeicultores selecionados de 9 países que fornecem grãos para a illycaffè, celebrando os melhores cafés do mundo. Na ocasião também será revelada a ordem de classificação entre eles (primeiro, segundo e terceiro colocados nacionais).

Foram revelados ainda os produtores vencedores nacionais Luiz Miguel Costa Rocha (Tapiratiba-SP), Marie Nakao Sasaki (Patos de Minas-MG) e Cristiane Zancanaro Simões (Cristalina-GO), que ficaram em 4ª, 5º e 6º lugar, respectivamente. Além dos ganhadores nas categorias Regional e Classificador do Ano.

O Prêmio Ernesto Illy é a mais relevante iniciativa de valorização da cafeicultura brasileira que, desde 1991, contribui para o desenvolvimento da qualidade e sustentabilidade do café no país. O concurso já reconheceu mais de 1.500 cafeicultores ao longo dos anos. Durante a premiação foram entregues mais de R$ 120 mil em prêmios.

Prêmio Ernesto Illy – Regional:

A categoria regional avalia 10 regiões e nesta edição sete regiões foram premiadas:

 

Cerrado Mineiro

Campeã: Marie Nakao Sasaki (Patos de Minas – MG | 5º lugar nacional)

Vice-campeã: Catarina Takahashi Myaki (Patrocínio – MG)

 

Região Centro-Oeste

Campeã: Cristiane Zancanaro Simões (Cristalina – GO | 6º lugar nacional)

Vice-campeão: Álvaro Luiz Orioli (Niquelândia – GO)

 

Chapada de Minas

Campeão: Claudio Esteves Gutierrez (Capelinha – MG)

Vice-campeão: CBI MADEIRAS (Capelinha – MG)

 

Matas de Minas

Campeão: João Batista dos Santos (Araponga – MG)

Vice-campeão: Raimundo Dimas Santana (Araponga – MG)

 

Sul de Minas

Campeão: Candido de Sordi Machado (Muzambinho – MG)

Vice-campeão: Rodrigo de Almeida Machado (Muzambinho – MG) 

 

São Paulo

Campeão: Luiz Miguel Costa Rocha (Tapiratiba – SP | 4º lugar nacional)

Vice-campeão: Luiz Antonio Poli Filho (Caconde – SP)

 

Região Sul

Campeão: Orlando Von Der Osten (Cornélio Procópio – PR)

Vice-campeão: Luiz Roberto Saldanha Rodrigues (Jacarezinho – PR)

 

Prêmio Ernesto Illy – Classificador do Ano:

1º lugar nacional – Luiz Evandro Ribeiro (Sul de Minas)

2º lugar nacional – Marcos Leoncio de Araujo Alvarenga (Cerrado)

3º lugar nacional – Edenilson de Oliveira Cabral (Matas de Minas)

 

Sobre a illycaffè

A illycaffè (http://illy.com.br/) é uma empresa familiar italiana, fundada em Trieste em 1933, comprometida em oferecer o melhor café do mundo. É a marca de café mais global, produzindo um único blend de café espresso 100% arábica, com grãos provenientes de 9 países fornecedores, sendo o Brasil o principal. São consumidas mais de 8 milhões de xícaras de café illy por dia, em cafeterias, restaurantes, hotéis, escritórios e residências de mais de 140 países. Como resultado de suas inovações, a illycaffè contribui para o progresso da tecnologia do café em nível global. Ao promover o primeiro Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso, no Brasil em 1991, também foi pioneira na compra direta dos fornecedores, compartilhando know-how e pagando preços acima do mercado para quem atinge seus padrões de qualidade, em parcerias alicerçadas pelos princípios do desenvolvimento sustentável. Desde 2016, com o Prêmio Internacional Ernesto Illy, a empresa homenageia os cafeicultores de todo o mundo que, segundo ela, têm produzido o melhor café sustentável. Desde 2013, a empresa está na lista das Empresas Mais Éticas do Mundo. Em 2019, reforçou o compromisso de perseguir um modelo de negócio sustentável integrando o interesse das pessoas com o meio ambiente, adotando o estatuto de Società Benefit. Em 2021, a illycaffè foi a primeira empresa italiana do setor cafeeiro a obter a certificação internacional B Corp como resultado do seu compromisso de cumprir os mais elevados padrões de desempenho social e ambiental. Com o objetivo de difundir a cultura do café, fundou a Università del Caffè, um centro educacional de excelência que oferece treinamento teórico e prático em todos os aspectos do café para cafeicultores, baristas, equipes de lojas de café e amantes da bebida. Tudo que é “made in illy” é realçado pela beleza e a arte, representando os valores fundamentais da marca, a começar pelo seu logo, como são as mais de 100 xícaras da renomada illy Art Collection, desenhadas por artistas internacionais. Em 2020, a illycaffè empregava 1.291 pessoas globalmente, quando registrou receitas consolidadas de 446,5 milhões de euros. Em 2021, a Rhône Capital tornou-se acionista da illycaffè com uma participação minoritária para apoiar a empresa em seu crescimento internacional. Há 261 lojas illy de marca única em mais de 40 países pelo mundo.

 

Fonte:  ADS Comunicação Corporativa

 

O que achou da nossa matéria?! Compartilhe conosco!

Uma ótima semana a todos, abraço e até o próximo e saboroso cafezinho.

lilian-trigolo

 

 

Lilian Trigolo
Cafeicultora e Coffee Lover – apaixonada pelo universo do café, e toda a sua cultura cafeeira.

Instagram: @liliantrigolo
E-mail: lilianmg.trigolo@gmail.com