OIC: produção mundial de café crescerá 6,2%, para 144,4 mi/sacas em 2012/13

Imprimir

A Organização Internacional do Café (OIC) divulgou nesta sexta-feira à imprensa os prognósticos da entidade para o mercado em 2013. Segundo a instituição, a produção mundial deve alcançar 144,4 milhões de sacas na safra de 2012/2013. A projeção sinaliza expectativa de aumento de 6,2% na comparação com o resultado da safra anterior. O ritmo de produção é bem superior à expectativa de demanda, que deve crescer 2,5% em 2013.

Durante esta semana de eventos realizados pela OIC, a entidade mostrou que grandes produtores terão aumento expressivo na produção. Entre os destaques, estão o Brasil (+16,9%, para 50,8 milhões de sacas), Indonésia (+30,5%, para 11,2 milhões de sacas) e Colômbia (+11,1%, para 8,5 milhões de sacas).

Em contrapartida, há países com queda relevante dos números de produção. Entre os grandes, estão o Vietnã (-8,6%, para 22 milhões de sacas), Honduras (-14%, para 4,9 milhões), Peru (-14,9%, para 4,7 milhões) e Guatemala (-19,3%, para 3,1 milhões de sacas). A queda da produção prevista para países como Honduras e a Guatemala é explicada pela ocorrência da ferrugem nas lavouras da América Central.

Durante o seminário, ficou acertado que a OIC organizará ajuda aos países centro-americanos. A entidade vai colaborar em uma ação conjunta dos governos locais e que terá a participação de alguns países produtores, como o Brasil e Colômbia. Países produtores que já sofreram com a ferrugem, Brasil e Colômbia devem enviar técnicos às regiões afetadas. O resultado desse tipo de ação, porém, não necessariamente deve ser sentido já na próxima safra, já que o resultado do trabalho pode demorar alguns anos para ser observado.

Sobre o consumo, que deve crescer 2,5% em 2013, a OIC avalia que a demanda maior será observada mais uma vez em países exportadores e nos mercados emergentes. Nos últimos dez anos, a demanda nos exportadores cresceu a um ritmo anual de 4,3% e nos mercados emergentes, a uma taxa anual de 3,9%. A velocidade é bem maior que a vista nos mercados tradicionais, cuja expansão média tem sido de 1,1% ao ano.

Fonte: Agência Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

dapurtoto

bo togel terpercaya

situs togel terpercaya

situs togel terpercaya

10 situs togel terpercaya

situs toto

bo togel terpercaya

agen togel terpercaya

situs togel terpercaya

situs togel resmi

bandar togel online

bandar togel terpercaya

link togel

link slot dana

10 situs togel terpercaya

situs togel terpercaya

5 bandar togel terpercaya

situs toto

situs toto

bandar togel terpercaya

agen togel terpercaya

bo togel terpercaya

situs togel terpercaya

bandar togel terpercaya

slot deposit 5rb

situs toto

toto togel

situs toto

toto togel

situs toto

10 situs togel terpercaya

situs togel resmi

situs togel resmi

bandar togel terpercaya

bo togel terpercaya

situs togel terbesar

situs togel terpercaya

bo togel terpercaya