MG: grupo rende caminhoneiro e rouba carga de café avaliada em meio milhão de reais

Imprimir

Caminhão que levava 30 toneladas de café de Mantenópolis (ES) para Manhuaçu (MG) foi interceptada em Governador Valadares; criminosos são procurados pela Polícia Militar

Um caminhoneiro que transportava uma carga de 30 toneladas de café entre o Espírito Santo e Minas Gerais foi rendido por criminosos na madrugada desta quarta-feira (8) na BR-259, na região de Governador Valadares, na região do Rio Doce. Após passar várias horas sob o poder da quadrilha, o motorista foi liberado. Porém, a carga avaliada em meio milhão de reais foi levada e ainda não foi localizada.

O caminhoneiro de 33 anos relatou aos militares que saiu de Vila Verde, no Espírito Santo, com destino a Manhuaçu, na Zona da Mata. Ao passar por Governador Valadares, a carreta foi emparelhada com um carro modelo VW T-Cross. Um dos passageiros do carro fez um disparo para o alto e deu ordem para o motorista parar a carreta.

Os criminosos colocaram um capuz na cabeça do motorista assim que ele desceu da carreta e o puxaram para dentro do carro, dizendo que o matariam caso reagisse. Ele teve os pulsos amarrados e ficou sob o poder do grupo por cerca de uma hora, até que o carro parou e eles mandaram ele sentar no chão, na beirada de um barranco.

O carro foi embora, mas o motorista continuou sendo vigiado por um criminoso, que disse que, como a vítima estava obedecendo, não seria morta. Tempos depois, ele voltou a ser colocado dentro do carro e ficou mais 15 minutos rodando com a quadrilha, até que eles pararam em um local silencioso e o tiraram do carro novamente.

Desta vez, os criminosos disseram que, como ele havia colaborado, ganharia um ‘prêmio’. Os autores colocaram a carteira do motorista no bolso dele e avisaram que ele ia ser libertado, mas deveria ficar de olhos fechados e deitado no chão por um tempo.

Após alguns minutos, a vítima se levantou e tentou ligar para a polícia, mas não conseguiu. Ele pegou uma carona até um posto e, de lá, um mototáxi até uma delegacia de Polícia Civil, onde foi atendido. Após buscas junto com o motorista, os policiais localizaram a carreta às margens da MGC-259, no distrito de Santo Antônio do Pontal. A carga, porém, não foi encontrada, nem os aparelhos celulares do motorista.

O dono da carga e da carreta informou que não tinha seguro, já que trabalhava na área há 10 anos e nunca havia sido roubado. O caso é investigado e a polícia faz buscas pelos criminosos.

Fonte: Itatiaia | Por Celio Ribeiro | Foto: Divulgação/PMMG