Incidência de broca-do-café? Conheça armadilha

Imprimir

O leitor do CaféPoint, José Adauto de Almeida é técnico agrícola, classificador e degustador de café e pequeno produtor no sul de Minas.

José Adauto postou em sua página MyPoint uma foto de uma armadilha para controle e/ou manejo da Broca-do-Café (Hypothenemus hampei), que tem desenvolvimento e ocorrência nas lavouras, de outubro a abril.

A broca ataca o café nos vários estágios de desenvolvimento: frutos verdes, maduros e secos. Frutos chumbinhos não são os preferidos, mas também são atacados. Neste estágio a praga faz uma galeria rasa, ficando com a parte posterior do corpo para fora.

Com isso, ocorre quedas de frutos, mas via de regra não ovopositam por estarem nos frutos muito aquosos. O ataque se acentua na fase de granação e maturação.

Para armadilha, é utilizado um preparado com os seguintes ingredientes:

– 500 ml de Metanol (álcool metílico comercial)
– 500 ml de Álcool de cozinha (álcool etílico comercial)
– 10 g de café puro torrado ou moído ou 6 g de café solúvel

De acordo com José Adauto, esta armadilha idealizada pelo IAPAR-Paraná, tem apresentado bom controle de broca quando a população não é muito alta. O ideal é utilizá-la como "método de manejo"da broca.

Fonte: CaféPoint

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *