Em dia moroso, café em NY segue outras commodities e cai

Imprimir

O contrato futuro de café arábica de março, tinha, há pouco, na ICE Futures US, queda de 145 pontos, com 234,45 centavos de dólar por libra peso, depois de bater na mínima de 232,60 centavos de dólar por libra peso. O maio tinha, há instantes, retração de 140 pontos.

De acordo com analistas internacionais, o dia tem certa volatilidade, mais decorrente do volume exíguo de negócios do que extamente por conta das atividades especulativas.

Poucos operadores se dispuserram a ofertar no mercado no dia, ainda mais com os negócios tendo se iniciado mais tarde o que tradicional, o que, efetivamente, afastou players asiáticos, por exemplo.

Com isso, o dia é caracterizado pela morosidade e por algumas vendas esparsas de especuladores, que permitem a formação de um quadro com algumas perdas. Um operador destacou que a expectativa é que o mercado mantenha um clima sonolento pelos próximos dias, ainda mais por não haver nenhuma grande novidade no campo fundamental.

"A maior parte dos mercados estão em queda hoje. As bolsas de valores nos Estados Unidos estão se retraindo, mas em níveis bem tímidos. O índice CRB cai quase 0,5%, influenciado pelo petróleo, que acumula novas perdas.

Mas o mercado não tem grande firmeza, já que muito pouca gente está operando", disse um trader. As exportações de café do Brasil em dezembro, até o dia 23, somaram 1.999.457 sacas, contra 1.850.309sacas registradas no mesmo período de outubro, informou o Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil).

Tecnicamente, o março na ICE Futures US tem uma resistência em 236,40-236,50, 237,00, 237,50, 238,00 e 238,40-238,50 centavos de dólar por libra peso, com o suporte em 232,60-232,50, 232,00, 231,50, 231,00, 230,50, 230,10-230,00, 229,50, 229,35 e 229,00 centavos por libra.

Fonte: AgnoCafe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *