Cooxupé inaugura complexo industrial na sexta-feira

Imprimir

A Cooxupé inaugura nesta sexta-feira, 25, a primeira parte do Complexo de Armazenagem e Indústria de Café Japy(*) situado na BR 146, próximo ao trevo de entrada da cidade de Guaxupé, no sul de MInas. O governador Antonio Augusto Junho Anastasia confirmou presença na solenidade, prevista para 14 horas e deve descerrar a placa ao lado do presidente da Cooxupé, Carlos Paulino.

Orçado em R$ 70 milhões, o complexo se consolida como uma indústria moderna, equipada para receber cafés a granel que serão empilhados em bags. Com esta etapa concluída, a Cooxupé amplia sua capacidade atual de armazenagem em 1,5 milhão de sacas. O investimento conta com o apoio do Banco do Brasil e BNDES (Banco Nacional Desenvolvimento Econômico e Social).

A segunda etapa das obras do Complexo de Armazenagem e Indústria de Café Japy já está em andamento e engloba 60 silos para 3.000 sacas cada, onde ficarão os cafés já comprados pela Cooxupé e preparados para venda ao mercado interno e externo. Um barracão com 4.700 m² para máquinas de preparo, padronização, liga e embarques de café também será construído.

ASSEMBLEIA PELA MANHÃ – Cerca de 2.000 cooperados são esperados na inauguração, uma vez que na manhã de sexta-feira a cooperativa realiza assembleia para prestar contas do exercício encerrado em 2010, ano em que a Cooxupé faturou cerca de 1,8 bilhão, superando em 19,7% o exercício de 2009. O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB), relator do novo texto que prevê mudanças no Código Florestal Brasileiro, estará no evento para debater este assunto com os produtores. “A atual legislação penaliza o homem do campo, principalmente o pequeno produtor, portanto temos que trabalhar para que o novo Código seja aprovado”, afirmou o presidente da Cooxupé, Carlos Paulino. Segundo ele, a legislação deve dar suporte à ideia de que se pode produzir com economia e com uso de tecnologia sem causar danos ao meio ambiente.

A Cooxupé é apontada como a maior cooperativa do país no setor cafeeiro. Em 2010, recebeu 5.157.453 sacas de café arábica, o equivalente a 14% da safra brasileira de café arábica e 20% do total de café produzido em Minas Gerais. Conta, atualmente, com 11.952 cooperados e mantém equipe de 1.980 colaboradores a serviço de seus associados.

(*) Primeira etapa a ser inaugurada nesta sexta-feira engloba:

• Bateria de 20 silos para guardar 1.800 toneladas de café a granel. Isso equivale a 30 mil sacas/unidade. A soma dá 600 mil sacas;

• Galpão de recebimento de café com 4 moegas e tombadores;

• Conjunto de 20 silos para armazenar 300 sacas cada;

• Bloco de apoio com 1000 m² de construção: oficina mecânica e elétrica, refeitórios e banheiros;

• Portaria com balança, onde são retiradas amostras e é feita a classificação dos lotes entregues pelos cooperados. 

Saiba mais

O maior complexo industrial para café do Brasil tem um projeto ousado e com tecnologia revolucionária. O Complexo Cooxupé é a maior obra de armazenamento de café do Brasil. Com capacidade para armazenar o equivalente a cerca de 1.500.000 sacos de café inicialmente, comportará um volume de 2.100.000 sacas, quando forem instalados outros vinte silos armazenadores futuramente. O projeto permitirá 14 fluxos simultâneos de transporte de café em GranDutos de 100 m³/h cada um, o que equivale à capacidade de transportar cerca de 910 t/h.

Criado pela Granfinale Sistemas Agrícolas, o projeto utiliza GranDutos, uma forma totalmente inovadora na movimentação de café em grandes quantidades, que não causa dano mecânico aos grãos. O GranDuto transporta os grãos por arrasto, através de pastilhas e corrente no interior de tubos, representando um investimento menor em construção civil, pois elimina a necessidade da construção de túneis e galerias. Também consome menos energia que os equipamentos tradicionais, economizando tempo e dinheiro.

A Granfinale também está coordenando os projetos complementares da obra (elétrico, automação, pavimentação, drenagem e civil) em um único ambiente gráfico computacional. Enfim, está fazendo o que gosta e sabe fazer bem: criar tecnologia eficiente e econômica, tanto para ambiente de fazendas, como para grandes obras, de uma forma descomplicada e ágil. 

CONFIRA O VÍDEO DE APRESENTAÇÃO:

Fonte: Assessoria de imprensa Cooxupé e Granfinale

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *