Colômbia prevê aumento de produção de café a 13,2 mi de sacas em 2022

Imprimir
A produção de café na Colômbia, principal fornecedor mundial de grãos de arábica lavados, chegará a 13,2 milhões de sacas de 60 quilos este ano, um aumento de 5% em relação a 2021, disse nesta terça-feira o ministro da Agricultura, Rodolfo Zea.

Embora o ministro não tenha especificado os motivos do aumento, fontes do setor asseguraram que estaria associado a um melhor clima nas regiões produtoras e à normalidade dos embarques para os portos.

A safra de café da Colômbia caiu 9% em 2021, para 12,6 milhões de sacas de 60 quilos, a menor dos últimos sete anos, devido ao aumento das chuvas e bloqueios de estradas em meio a protestos contra o governo, segundo a Federação Nacional dos Cafeicultores.

“Para este ano projetamos que a produção de café será da ordem de 13,2 milhões de sacas, o que nos permite apresentar um crescimento de 5% em relação a 2021”, disse Zea em comunicado.

A Colômbia, conhecida por seus cafés suaves e de alta qualidade, tem capacidade para produzir cerca de 14 milhões de sacas anualmente.

O país sul-americano, terceiro maior produtor mundial depois do Brasil e do Vietnã, já cultivou 840 mil hectares com plantações de café e cerca de 500 mil famílias dependem dessa atividade econômica.

Fonte: Reuters