Café arábica toca máxima de mais de 3 semanas na ICE com risco de geada no Brasil

Imprimir
Os contratos futuros de café arábica atingiram uma máxima de 3 semanas e meia na ICE nesta terça-feira, após alta de 5% na sessão anterior, com os investidores permanecendo nervosos com o risco de geadas nesta semana no principal produtor, o Brasil.

O café arábica para julho fechou em alta 2,4 centavos de dólar, ou 1,1%, a 2,272 dólares por libra-peso, após tocar a máxima de mais de 3 semanas de 2,2935 dólares mais cedo na sessão.

As áreas agrícolas do centro-sul do Brasil podem ser atingidas por geadas leves nos próximos dias, aumentando as preocupações com as lavouras de milho, café e cana-de-açúcar.

Embora muitos analistas digam que é cedo na temporada para que ocorram danos causados ​​por geadas, operadores disseram que o mercado teme que o risco não esteja totalmente precificado no momento.

O café robusta para julho avançou 17 dólares, ou 0,8%, para 2.104 dólares a tonelada.

Fonte: Reuters (Por Marcelo Teixeira)