Café arábica sobe 3% diante de queda de estoques certificados para mínima de 20 anos

Imprimir
O café arábica subiu 3% na ICE nesta terça-feira, atingindo a marca de 2,50 dólares por libra, impulsionado por um declínio nos estoques certificados ao nível mais baixo em mais de 20 anos.

O café arábica de março fechou em alta de 7,3 centavos, ou 3%, a 2,4895 dólares por libra-peso. O contrato ficou perto de um pico de 10 anos durante a sessão.

Os estoques de arábica certificados da ICE caíram para 1,06 milhão de sacas nesta terça-feira, seu menor volume nos últimos 20 anos e uma queda acentuada em relação a 1,54 milhão de sacas no final de 2021.

“A narrativa ainda é de estoques em declínio e dúvidas sobre quantos anos de déficit estamos enfrentando. Com a Covid entrando na fase endêmica e aumentando a demanda palpável, é realmente difícil acreditar que vimos as máximas”, disse Cardiff Coffee Trading ao mercado.

O café robusta para maio subiu 16 dólares, ou 0,7%, para 2.234 dólares a tonelada, recebendo suporte do rali dos preços do arábica.

Traders estão planejando entregar milhares de toneladas de café robusta da Ásia para a bolsa ICE na Europa pela primeira vez em mais de três anos – um movimento que deve aliviar o calor dos preços de referência que estão próximos dos picos de 10 anos.

Fonte: Reuters (Por Marcelo Teixeira)