Volume das exportações de café em julho é 17,5% inferior ao mesmo período de 2010, relata CeCafé

Imprimir

O volume das exportações de café sofreu uma queda de 17,5% no mês de julho de 2011 em relação a julho de 2010. Foram exportadas 2.032.709 sacas no sétimo mês de 2011, enquanto que em julho de 2010 o volume exportado atingiu 2.463.087 sacas. As informações são do Balanço das Exportações divulgado hoje pelo CeCafé (Conselho dos Exportadores de Café no Brasil).

A queda no volume exportado no mês de julho foi ocasionada principalmente pela redução de 19,1% na exportação de café verde, que foi de 2.192.434 sacas em julho de 2010 para 1.774.421 em julho de 2011. Já o café solúvel apresentou uma redução de 4,6% no volume exportado.

De acordo com o diretor-geral do CeCafé, Guilherme Braga, “a queda no volume exportado está relacionada ao baixo estoque de passagem e ao início de uma safra do ciclo de baixa produção, que apresenta uma redução de produção em relação ao ano anterior”.

A receita cambial com as exportações de café nos sete primeiros meses do ano teve um crescimento de 72% em relação ao mesmo período de 2010. Em 2011 o resultado até o mês de julho foi de US$4,522 bilhões, enquanto que em 2010 a cifra referente a estes meses foi US$ 2,630 bilhões.

Os dados também apontam que o volume exportado de janeiro a julho de 2011 (18.392.751 sacas) foi 9% maior, se comparado ao mesmo período de 2010, quando foram exportadas 16.843.172 sacas (verde, torrado & moído e solúvel).

De acordo com o relatório, a receita cambial com as exportações do produto em julho de 2011 (US$532,002 milhões) foi 34,9% superior  à  registrada no mesmo mês de 2010, quando alcançou US$394,345 milhões.

Considerando a qualidade do café, 74% do total de café exportado em julho de 2011 foi de arábica, 13% de robusta e 13% de solúvel.

Do total de café exportado pelo Brasil de janeiro a julho de 2011, segundo o Balanço das Exportações, 54% foi para a Europa, 24% para a América do Norte, 17% para a Ásia e 3% para a América do Sul. Entre os países importadores, os EUA é o principal, com 20% do total de café exportado pelo Brasil (3.760.051 sacas). Na seqüência está a Alemanha com 19% do total de sacas exportadas (3.509.729 sacas); Itália, com 8% (1.509.228 sacas) e Bélgica, com 8% (1.405.027 sacas). Em quinto lugar está o Japão, com 8% do total de sacas exportadas pelo Brasil (1.371.149 sacas).

Nos meses de janeiro a julho de 2011, 77,4% dos embarques de café foram feitos pelo porto de Santos, o que representa 14.233.659 sacas, 15,1% pelo porto de Vitória, que escoou 2.768.198 sacas e 5,5% pelo porto do Rio de Janeiro, que foi responsável pela saída de. 1.006.761 sacas do país.

Fonte: News Cafeicultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *