Visitas técnicas fecham X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil

Imprimir
Para encerrar os trabalhos do X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, nesta sexta-feira (11), o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) em parceria com a Embrapa Café e Consórcio Pesquisa Café realizaram duas visitas técnicas nos municípios de Marechal Floriano e Serra. Os mais de 100 participantes viram de perto as principais tecnologias para a cafeicultura do conilon e arábica.

Em Marechal Floriano, os participantes conheceram a propriedade cafeeira da família Douro e puderam debater assuntos relacionados ao manejo de podas, colheita, pós-colheita, entre outros.

“Uma das propriedades visitadas tem altitude de mais de 650 metros e é assistida pelo Incaper. É um pequeno agricultor familiar extremamente profissional, principalmente quando se trata de café especial de qualidade. Ele trabalha com a família e pratica a renovação de lavoura, ou seja, ele utiliza as boas práticas agricolas que o Incaper recomenda e hoje é exemplo para outros produtores”, explicou o extensionista César Krohling.

Ainda segundo o extensionista, o produtor virou um case de sucesso para a cafeicultura de montanha. “O café dele é tecnificado e ele sempre utiliza as tecnologias recomendadas e disponíveis”, disse Krohling .

Já na Fazenda Chapada Grande, do produtor Marcelo Krugger, no município da Serra, o grupo viu de perto as variedades de café conilon, manejo de irrigação, manejo de poda, implantação e condução de lavouras, dentre outras.

“O produtor precisa entender a importância das tecnologias. Posso afirmar que só consegui ter sucesso na minha lavoura depois que implantei as tecnologias recomendadas de acordo com a minha realidade e assim consegui a melhoria da qualidade do meu produto garantindo a sustentabilidade na minha propriedade”, afirmou Marcelo Krugger.

Segundo o pesquisador Paulo Volpi, nessa propriedade os participantes viram todas as tecnologias geradas pelo Incaper, desde a escolha de uma boa muda, uma boa nutrição e manejo. “Mostramos também todo o sistema de irriagação que foi bem elaborada e adequada para a propriedade dele. Temos o interesse de divulgar para toda cadeia produtiva de café todas as práticas agrícolas que os produtores fazem no conilon e que geram mais produtividade e qualidade”, ressaltou.

Sobre o X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil

Com recorde de público de mais de mil participantes, o X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil foi sucesso no Espírito Santo. O evento foi realizado no Centro de Convenções de Vitória, entre os dias 8 e 11. O simpósio é uma promoção do Consórcio Pesquisa Café, Embrapa Café e teve como anfitrião o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

O doutorando da Universidade Federal de Viçosa, Gustavo Nogueira, fez uma avaliação do Simpósio. “Foi uma excelente oportunidade de trocar experiencias com a comunidade cinetífica, fora a qualidade dos trabalhos apresentados que é uma chance de o Brasil avançar nas pesquisas científicas na cafeicultura”, disse.

Fonte: Coordenação de Comunicação e Marketing do Incaper (Por Vanessa Capucho)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *