Vendas de café do Brasil destravam e avançam 2,6 mi sacas

Imprimir

Os produtores brasileiros de café venderam cerca de 2,6 milhões de sacas de café arábica ao longo do mês de novembro, com uma melhora dos preços internacionais colaborando para a realização de negócios, disse nesta sexta-feira a consultoria Safras & Mercado.

O levantamento mostra que, até 30 de novembro, 51 por cento da safra 2013/14 de arábica, colhida nos últimos meses, foi comercializada, somando 19,21 milhões de sacas.

Houve um avanço de sete pontos percentuais ante a comercialização estimada até o final de outubro. Mesmo assim, as vendas estão atrasadas ante a média de cinco anos, de 65 por cento, para o período.

"Depois de um começo de mês travado e preocupante, a melhora no preço e a maior flexibilidade do vendedor ajudou a ativar os negócios e dar ritmo à comercialização", o analista Gil Barabach, da Safras.

Após atingir a mínima de sete anos no dia 6 de novembro, as cotações do arábica em Nova York reagiram levemente nas últimas semanas. Nesta sexta-feira, os preços bateram a máxima de sete semanas.

O dólar subiu cerca de 5 por cento ante o real desde o início de novembro, fator que também incentiva o fechamento de negócios.

Em relação à safra total do Brasil em 2013/14, incluindo as variedades arábica e robusta, a Safras estima que as vendas tenham atingido 55 por cento até o final de novembro, contra 49 por cento em outubro, 56 por cento no ano passado e abaixo da média de cinco anos, de 65 por cento.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *