USDA prevê que produção de café da Índia deve diminuir para 5,5 mi de sacas

Imprimir
A produção de café da Índia na safra 2018/19 (outubro a setembro) deve atingir 5,5 milhões de sacas de 60 kg, o que corresponde a uma queda de 100 mil sacas em comparação com o período anterior 2017/18. A queda é resultado das temperaturas excepcionalmente altas e das chuvas inadequadas durante as monções, que impediram o desenvolvimento de plantas de café arábica, informa o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), em relatório.

“O aumento das temperaturas danificou as plantas de café, o que levou a um crescimento atrofiado e ao estresse por umidade”, diz o USDA. Além disso, fontes comerciais relataram uma alta incidência de infestações de broca branca. Os produtores foram aconselhados pelos governos estaduais a erradicar e queimar plantas infestadas.

O café robusta é a variedade mais popular e responde por cerca de 70% da safra de café da Índia. A safra de arábica está em ciclo bienal negativo e espera-se que tenha menos frutos do que no ano passado. A colheita de arábica ocorre de novembro a janeiro, enquanto a colheita de robusta é feita de dezembro a fevereiro.

Para o ciclo 2017/18, o USDA estima a produção de robusta em 4,160 milhões de sacas, enquanto a safra de arábica deve atingir 1,440 milhão de sacas.

Segundo o USDA, o total da exportação de café (principalmente em grãos e solúvel) pela Índia deve alcançar 5,425 milhões de sacas em 2018/19, o que corresponde a uma queda em relação à estimativa para o período anterior 2017/18 (5,550 milhões de sacas).

Fonte: Estadão Conteúdo via IstoÉ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *