Traders do Vietnã reduziram em 10% a produção para 27 milhões de sacas

Imprimir
Os comerciantes do Vietnã reduziram suas previsões de produção de café em 10% esta semana, quando uma safra recorde do maior produtor de robusta do mundo chegou ao fim.

Eles agora esperam uma produção de cerca de 27 milhões de sacas para o ano-safra de 2018/19, que começou em 1º de outubro, em comparação com previsões anteriores de 30 milhões de sacas.

“Não estamos surpresos de ver uma produção mais baixa, já que os baixos preços internos desencorajaram muitos agricultores a fertilizar e regar suas árvores, enquanto a condição climática também não deu apoio”, disse um trader da província de Dak Lak, na quinta-feira. “Os agricultores do Planalto Central colheram todos os grãos frescos da safra 2018/19”, disse ele.

Os agricultores do Planalto Central, a principal área de cultivo de café do país, venderam café na quinta-feira, 33.500-34.000 dong (1,44 a 1,47 dólar) por quilo, em comparação com 33.200 dong-33.700 dong na semana anterior.

Embora a produção seja menor, os preços domésticos não subiram devido a fatores externos, incluindo previsões maiores de agências estrangeiras ”, disse outro trader de Ho Chi Minh City.

As exportações de café do Vietnã em janeiro devem ficar entre 150 mil e 180 mil toneladas, ante uma estimativa de 160 mil toneladas em dezembro.

Traders no Vietnã ofereceram 5% de preto e quebrado de grau 2 robusta a um desconto de US $ 40 por tonelada para o contrato de março, em comparação com um desconto de US $ 45 a US $ 50 na semana passada.

Enquanto isso, na Indonésia, as negociações continuaram a ser silenciadas com traders dizendo que o prêmio para o defeito de grau 4 de 80 robusta ficou inalterado pela quarta semana consecutiva, de US $ 20 a US $ 30 para o contrato de março.

“O suprimento só pode começar por volta de abril, porque algumas áreas em Bengkulu terão algumas safras na época”, disse um trader, referindo-se a uma província vizinha de Lampung.

A principal colheita de robusta no sul de Sumatra ocorre tipicamente em meados do ano, mas uma colheita menor geralmente acontece alguns meses antes.

Fonte: Reuters via Revista Cafeicultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *