Terça será de chuva no Sul e pancadas no Sudeste e Centro-oeste

Imprimir

A frente fria que avança pelo Rio Grande do Sul deixa novamente o tempo fechado e com chuvas em grande parte do Estado, impossibilitando todas as atividades de campo, desde o plantio do arroz, milho e soja quanto a colheita do trigo, que já chega a ter prejuízos grandes, mais uma vez esse ano. E a previsão é que esse tempo chuvoso se mantenha inalterado até quinta, dia 20, quando novamente volta a abrir o tempo. Mas até lá, as condições à realização dos trabalhos de campo estarão prejudicados.

E esse sistema aos poucos estará se deslocando para os demais Estados da região Sul onde também irá provocar chuvas em Santa Catarina e Paraná entre a quarta, dia 21, e sexta, dia 24. Essas chuvas irão manter os solos com bons níveis de umidade, favorecendo o desenvolvimento das lavouras e principalmente, dando suporte a continuidade do plantio da soja e do milho. Mas por outro lado, irá levar a paralisações momentâneas nas atividades de colheita, mas sem causar danos à produtividade e a qualidade dos produtos. E com o avanço da frente fria há previsões de chuvas também para as faixas leste e sul de São Paulo e de Minas Gerais, podendo ocorrer também pancadas de chuvas sobre o Rio de Janeiro e extremo sul do Espírito Santo durante essa semana. E essas chuvas serão bastante benéficas às culturas do café, laranja, milho, feijão, soja e hortaliças, além da cana de açúcar, mas como serão chuvas de um ou no máximo dois dias, a colheita da cana não deverá ser afetada, apenas ocorrerão paralisações pontuais.

E como o deslocamento desse sistema pelo faixa leste do Brasil, áreas de instabilidade irão se formar sobre o Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul, onde irão provocar pancadas de chuvas irregulares sobre esses Estados ao longo de toda a semana, ou seja, há previsões para pancadas de chuvas durante toda a semana, mas como continuarão sendo irregulares, o plantio da soja ainda deverá ser com muita cautela, pois não há nenhuma garantia que essas pancadas venham a ocorrer sobre as áreas desejadas, mas é fato que pancadas de chuvas irão ocorrer nesses Estados.

Porém, será na semana que vem que as chuvas deverão ocorrer em todo o Brasil de forma mais generalizada e em volumes razoáveis para elevar os níveis de umidade do solo e dar garantia a realização do plantio da soja que segue bastante atrasado no Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, São Paulo e faixa centro-norte do Mato Grosso do Sul.

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *