Tempo seco favorece colheita de cana e café no Brasil até fim de agosto

Imprimir

As condições para as colheitas no principal cinturão produtor de cana-de-açúcar e café do Brasil permanecerão secas até o fim de agosto ou começo de setembro, quando as primeiras chuvas em mais de um mês cairão sobre a região agrícola do Sudeste, disse a Somar Meteorologia nesta terça-feira.

O agrometeorologista da Somar Marco Antônio dos Santos disse que o tempo seco continuará a favorecer as operações de colheita pelas próximas semanas em quase todo o Brasil. As áreas brasileiras de cana e café estão no auge da colheita.

O Rio Grande do Sul está vendo uma moderada ocorrência de chuvas, mas os céus ficarão limpos já na quinta-feira, permanecendo o tempo seco até pelo menos o fim de agosto, disse Santos.

"A massa de ar seco está inibindo a formação de nuvens sobre a maior parte do Brasil", disse Santos em vídeo postado na internet. "As condições estão sendo maravilhosas para a colheita do café, da cana-de-açúcar, do milho safrinha, do algodão, das hortaliças em todo o Brasil."

Por volta do fim da próxima semana, entretanto, Santos disse que a massa de ar seco pode começar a perder força e abrir espaço para frentes frias se moverem para dentro da região Sudeste, incluindo São Paulo.

Santos disse ainda que o tempo pode voltar a condições mais úmidas em setembro devido a influência do El Niño, que é tipicamente associado ao aquecimento da superfície do oceano no Peru e a chuvas mais pesadas no centro-sul brasileiro.

Fonte: Reuters (Reese Ewing)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *