Técnicos da Conab vão analisar custo de produção de produtos de MG

Imprimir
Técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vão visitar nesta semana agricultores e extrativistas de Minas Gerais para avaliar os custos de produção do pequi, mangaba, leite e café. Conforme a Conab, as visitas ocorrerão até quinta-feira (2) e serão realizadas nos municípios de Taiobeiras (café), Rio Pardo de Minas (mangaba), Santo Antônio do Retiro (pequi) e Porteirinha (leite). Com exceção da mangaba, que terá o custo atualizado, todos os outros custos serão analisados pela primeira vez nesses municípios.

Nestas ações, os agentes que compõem a cadeia produtiva participam de painéis técnicos durante os quais são definidos os parâmetros, atividades e insumos para cada cultura. Os dados coletados pela Conab servem de base para a elaboração dos preços utilizados no Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) e na Política de Garantia de Preços Mínimos para Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio), no caso do pequi e da mangaba.

O levantamento analisará, ainda, a situação econômica das culturas e a sua rentabilidade ao produtor, servindo de base para uma nova proposta de preço mínimo do produto. A metodologia utilizada leva em conta informações como implementos agrícolas, fertilizantes, mudas, sementes, etc. No caso dos produtos extrativistas, a mão-de-obra e os implementos manuais utilizados são a referência para a pesquisa.

Fonte: Estadão Conteúdo via IstoÉ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *