Sul de Minas projeta redução na contratação para a colheita de café

Imprimir

A Emater-MG projetou uma redução no número de contratações para a colheita de café em 2020 devido ao isolamento social. Cerca de 200 mil pessoas são contratadas todo ano para o período e a projeção é de que este número caia pela metade.

Segundo o gerente regional da instituição, Willem Guilherme de Araújo, a colheita já se encontra adiantada em algumas cidades do sul de Minas, mas a preocupação gira em torno de como essa colheita será feita durante a pandemia.

“Algumas propriedades utilizam a colheita mecânica, mas boa parte do café ainda é colhida utilizando a mão de obra. Seja local ou contratada em outras regiões do estado e também do nosso país”, constatou.

Para Willem, as restrições devido ao distanciamento social durante a pandemia de coronavírus podem comprometer os números de trabalhadores contratados para a colheita do ano. “A tendência é que esse número reduza bastante, ainda não temos dados concretos, mas a tendência é que esse número não passe de 10 mil trabalhadores vindos de outras regiões e que seja privilegiada a contratação de mão de obra nos municípios.”

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *