Simpósio Cafés do Brasil será transmitido ao vivo

Imprimir

Cerca de mil participantes são esperados para o VII Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, que acontece na próxima semana, de 22 a 25 de agosto, no Grande Hotel Barreiro, em Araxá (MG). Para aqueles que não poderão participar presencialmente, a Comunidade Manejo da Lavoura Cafeeira, da Plataforma Peabirus, vai oferecer a transmissão ao vivo de grande parte do conteúdo que será apresentado e debatido durante os quatro dias do evento.

Além da transmissão em tempo real, todo o conteúdo ficará registrado para consulta posterior, no que se convencionou chamar “Cardápio de Conhecimento”. Desta forma, a Comunidade Manejo democratiza conhecimento gerado em instituições de ensino e pesquisa, levando as informações sobre o setor cafeeiro a um maior número de pessoas. Nos últimos dois anos, já foram realizados cerca de sessenta transmissões ao vivo de eventos de café na Comunidade.

Na avaliação do pesquisador Sérgio Parreiras Pereira, mediador da Comunidade e coordenador do Projeto “Incorporação das redes sociais como ferramenta de comunicação dialética entre pesquisa, extensão e cafeicultores”, no programa ligado ao Consórcio Pesquisa Café, a Internet permite que as informações sejam compartilhadas e haja uma conjunção de veículos para difusão de tecnologias e inovações. A transmissão ao vivo e o compartilhamento do conteúdo vêem somar às demais ferramentas de comunicação, em projeto articulado pelo IAC, Epamig, Emater e Universidade Federal de Lavras.

De acordo com Sérgio Pereira, a transmissão ao vivo está cada vez mais fazendo parte do cotidiano de técnicos e cafeicultores, ampliando as oportunidades de atualização no setor cafeeiro. “O compartilhamento por meio de mídias sociais facilita a articulação entre as pessoas, quebrando as barreiras geográficas e temporais. Uma forma rápida e barata de difundir as informações antes restritas a um grupo de pessoas”, reforça.

Para este evento existe mais uma inovação. Trata-se de uma parceria inédita entre os principais portais e sites ligados à cultura do café, para que a transmissão aconteça em diferentes veículos de referência. De acordo com Antônio Sérgio de Souza, jornalista da Revista Cafeicultura e integrante da equipe Peabirus, o código para a transmissão nos sites estará aberto para quem quiser utilizar. Entre os parceiros que já aderiram ao movimento, o Portal Coffeebreak, CaféPoint, * Conselho Nacional do Café (CNC), Revista Cafeicultura e Comunidade Manejo da Lavoura Cafeeira.

De acordo com Antonio Sérgio, é uma satisfação participar efetivamente da iniciativa. “A cobertura WEB 2.0 do Simpósio representa uma inovação na forma de democratizar as informações. Assim como os participantes presenciais, os internautas também terão a chance de fazer comentários em tempo real e tirar as dúvidas durante as apresentações”, comenta. A equipe envolvida na cobertura também utilizará outras plataformas como Twitter, Facebook, Orkut e Linkedin para ampliar a visibilidade dos sites em que o VII Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil será transmitido.

Fonte: Pólo de Excelência do Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *