Setor solicita reajuste no valor de referência do café

Imprimir

Em visita à Guaxupé (MG) no último sábado (20/04) Katia Abreu, presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) se reuniu com representantes da cadeia do café. No encontro a senadora recebeu um documento onde o setor cafeeiro solicita o reajuste do valor de referência do café para R$ 340 por saca. “Há três anos os preços não são reajustados”, diz Carlos Paulino, presidente da Cooxupé, que participou do evento.

Segundo ele, os preços são calculados com base nos custos de produção, que se situam em torno de R$ 340 por saca, sendo mais altos nas regiões montanhosas e menores nas terras mais planas (devido os custos da colheita). Atualmente, o valor de referencia do café é R$ 263 por saca, mas a própria Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) já refez os cálculos e aponta para uma média de custos em torno de R$ 340 por saca.

No mercado interno, as cotações do café seguem a R$ 300 a saca, em queda de R$ 100 sobre os preços praticados em igual período do ano passado. “Apesar da expectativa de uma safra menor este ano, ainda há muito estoque da safra passada para ser comercializado, o que está impedindo que os preços reajam”, avalia Paulino. Na região da Cooxupé a colheita da safra 2013 começa em maio e deve render 3,5 milhões de sacas, em comparação com as 4,1 milhões de 2012.

Fonte: Revista Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *