Sepetiba Tecon apresenta suas instalações para operações de café ao mercado

Imprimir

Itaguaí, RJ, 19 de abril de 2012: Às 11  da  manhã,  chegava  um  ônibus  ao  Sepetiba Tecon, trazendo do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, a nata do mercado exportador de café brasileiro. Além de alguns dos maiores embarcadores de café do mundo, também marcaram presença os principais armadores de contêineres do país, empresas de despacho aduaneiro e transportadoras especializadas em café, representantes do conselho dos Exportadores de Café do Brasil, Associação Comercial de Santos e Centro de Comércio de Café do RJ e autoridades, como Receita Federal do Brasil e Companhia Docas do RJ.

Durante o evento, que aconteceu dentro do próprio armazém do Pólo Exportador de Café do Sepetiba Tecon, os convidados assistiram, ao vivo, à estufagem de um contêiner na modalidade, granel, onde o café é carregado na unidade de 20 pés através de um moderno sistema de silos e sopradores. O armazém tem capacidade para estufar 45 contêineres por dia, fazendo blendagem computadorizada de grãos de até 9 origens diferentes. Tudo isso, graças a uma área de 5.000 m², que permitem  o armazenamento de 60.000 sacas,  3 sopradores (além  de mais 3 que se encontram desmontados) e 9 silos, que comportam mais 3.240 sacas. Atualmente, não existe em nenhum outro porto brasileiro, estrutura deste porte.

Além de conhecerem as instalações de retroárea, os convidados também fizeram um tour pelos 400.000 m² de área do Sepetiba Tecon, passando pelo pátio de contêineres, berços de atracação (recém dragados para 15,5 m) e terminal de contêineres vazios, que fica a poucos metros do Pólo Exportador de Café.

O Sepetiba Tecon agradece a todos os convidados que compareceram ao evento e convida aos que não compareceram, a conhecerem às instalações do terminal.

Fonte: Sepetiba Tecon | Andreia Bria  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *