Senar promove curso de terrereiro em pleno auge da panha

Imprimir

Em pleno auge da panha do café, há produtores rurais que optam por investir no treinamento dos funcionários, principalmente na fase do terreiro. É o caso do fazendeiro José Neto, que disponibilizou trabalhadores rurais assim como outros produtores rurais para fazerem o curso de terreireiro nesse final do mês de junho.

Para José Neto, o curso é ainda uma oportunidade para acabar com “vícios” antigos. “Também estou atendendo ao Ministério do Trabalho e Emprego quanto à NR 31 – Norma Regulamentadora e tenho a chance de fazer uma avaliação dos funcionários e detectar quais estão realmente envolvidos com o trabalho”, analisa.

Na turma de dez participantes, a única mulher se destaca. Beatriz Nicolau, a Bia, 32 anos, que há dois trabalha na Fazenda Pedra Negra, no município de Varginha, Sul de Minas. “Gosto dessa etapa no terreiro e gosto de tudo organizado”, conta. O instrutor do SENAR, Mário Martins Carvalho a elogia e confirma que ela demonstra interesse desde o início do curso.

A colheita do café vai até agosto. Como é um alimento, exige muito cuidado no terreiro, que deve ser cercado, principalmente para que animais como galinha, cães e gatos não perambulem e não defequem. Mas, a atenção deve ir além. “Se não houver o manejo correto nessa fase, principalmente com o café verde, há uma perda rápida e significativa da qualidade.”, explica o instrutor.

Entre os tipos de chão mais comuns estão de lama asfáltica e de cimento. De acordo com Mário, deve-se evitar colocar o grão diretamente no chão de terra. A alternativa é forrar com pano. Outra dica é usar pano também por cima e evitar a lona que só deve ser colocada em dias de chuva.

No último dia do curso, nesta quarta-feira (23), o empenho da Bia foi reconhecido pelo patrão. “Vou colocá-la como responsável pelo terreiro”, concluiu José Neto. 

 

O instrutor do SENAR, Mário Martins ao lado da trabalhadora rural, Beatriz Nicolau

Fonte: Senar Lavras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *