Semana Verde discute agricultura sustentável

Imprimir

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, o secretário de Relações Internacionais, Célio Porto, e representantes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) estarão em Berlim, na Alemanha, de hoje (18) até o próximo domingo (22) para participar da Feira Internacional Anual para Agricultura – Semana Verde 2012. Assuntos como segurança alimentar, crescimento agrícola, sustentabilidade ambiental, além de encontros bilaterais com ministros da Agricultura de países europeus fazem parte da agenda de debates.

Paralelo à feira, será realizado o Fórum Global para a Alimentação e a Agricultura, com o tema Segurança alimentar através de um crescimento sustentável – A utilização agrícola de recursos escassos. O fórum reunirá ministros da Agricultura de 47 países e da União Europeia. Serão discutidos assuntos relacionados à crescente preocupação em produzir alimentos para atender à demanda mundial e como isso pode ser feito de forma sustentável, sem prejudicar o meio ambiente. O documento final, elaborado a partir das discussões do fórum, será submetido a debates na Conferência Rio +20, que acontece no próximo mês de junho, no Rio de Janeiro.

Durante o fórum, paineis e debates sobre pesquisa e desenvolvimento serão apresentados por ministros da Agricultura de todo o mundo. Entre os temas apresentados estão os requisitos para gerar aumento na produção agrícola sustentável e as técnicas tradicionais e inovadoras para o uso eficiente da água e do solo. Também serão abordadas quais as estruturas necessárias para garantir que a produção agrícola consiga atender à demanda por alimentos, técnicas eficazes que podem ser utilizadas para aumentar cada vez mais a produção agrícola e onde os investimentos precisam ser fortalecidos para aumentar a produção.

Exemplo brasileiro

O ministro Mendes Ribeiro Filho apresentará, durante sua participação no Fórum, o Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (ABC). O plano ABC foi criado pelo Governo Federal para atender aos compromissos voluntários assumidos n a 15ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 15), de redução significativas das emissões de gases de efeito estufa geradas pela agropecuária.

O plano pretende evitar a emissão de 165 milhões de toneladas equivalentes de CO2 nos próximos dez anos. Um dos componentes do Plano ABC é uma linha de crédito exclusiva – o Programa ABC – que busca facilitar ao produtor rural a implantação de sistemas de produção que reduzam as emissões de Gases Efeito Estufa (GEE).

O Plano também incentivo o uso de técnicas agrícolas tais como Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), sistema que combina as atividades agrícolas, florestais e pecuárias, promovendo a recuperação de pastagens em degradação. Já o Plantio Direto promove o sequestro de dióxido de carbono da atmosfera e mantém a qualidade dos recursos naturais, como água e solo.

Outra técnica disseminado pelo ABC é o plantio de florestas comerciais, como eucalipto e pinus, que aumenta o seqüestro de dióxido de carbono (CO2) da atmosfera. A Fixação Biológica de Nitrogênio é outra prática que tem como base o uso de plantas leguminosas, associado à cultura comercial, para suprir a necessidade de minerais necessários como adubação.

Mais informações sobre a Semana Verde no site: http://www.gruenewoche.de/

Fonte: Assessoria de Comunicação Social MAPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *