Secretário de Agricultura abre Seminário do Café do Cerrado Mineiro

Imprimir

Para o secretário Elmiro Nascimento, o seminário é uma grande oportunidade para produtores e empresas do setor revelarem suas novidades.

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Elmiro Nascimento (foto: Henrique Vieira), participa nesta quarta-feira (19), às 8h30, da solenidade de abertura do 20º Seminário do Café da Região do Cerrado Mineiro, em Patrocínio, no Alto Paranaíba.

A intenção é promover e valorizar o produtor e o expositor, gerando e transferindo conhecimentos e tecnologias que ampliem a competitividade da cadeia produtiva do café brasileiro. A programação reúne palestras, fóruns, workshops e a apresentação de novas tecnologias em produtos, equipamentos, implementos e serviços destinados à cafeicultura. Durante o seminário, haverá também o lançamento do Selo de Origem e Qualidade da Região do Cerrado Mineiro.

O evento, que vai até o dia 21, é realizado pela Associação dos Cafeicultores da Região de Patrocínio (Acarpa) e conta com o apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). Durante todo o encontro, a Seapa manterá um estande para atendimento aos cafeicultores da região e divulgação dos trabalhos desenvolvidos pela Secretaria.

Para o secretário Elmiro Nascimento, o seminário é uma grande oportunidade para produtores e empresas do setor revelarem suas novidades, assim como realizarem bons negócios. Segundo ele, o evento tornou-se tradicional para a comunidade cafeeira. “É o espaço propício para mostrarmos o desenvolvimento diferenciado da produção do café do Cerrado Mineiro, altamente tecnificada e de qualidade”, constata Elmiro Nascimento.

Cafeicultura em Minas e na Região – Minas Gerais lidera a produção de café no Brasil. Para 2012, a safra prevista é de 26,1 milhões de sacas, ou 51,7% da produção nacional. Em 2011, os cafeicultores mineiros exportaram o equivalente a US$ 5,8 bilhões, ou seja, 59,8% de toda a exportação do agronegócio mineiro (US$ 9,7 bilhões).

Segundo o IBGE, Patrocínio é o maior produtor de café do Estado, com mais de 30 mil hectares de área plantada. A produção em 2012 totaliza aproximadamente 62 mil toneladas, o que equivale a mais de um milhão de sacas do grão.

A região do Cerrado Mineiro, terceira maior produtora do Estado, abrange 55 municípios e possui cerca de 4.500 produtores. A safra anual é de cerca de 5 milhões de sacas, em uma área total de cultivo de 170 mil hectares.

O Cerrado Mineiro foi a última das três principais regiões produtoras do Estado a plantar café. A cafeicultura tecnificada, associada à topografia favorável, resultou em uma produtividade média 38% maior que a das outras regiões (Sul de Minas e Zona da Mata).

Fonte: Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *