Secretaria de Agricultura de São Paulo divulga levantamento de junho

Imprimir

De acordo com o levantamento da previsão e estimativa da safra agrícola 2014/15, realizado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Economia Agrícola (IEA) e da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), a expectativa é de que a produção de grãos supere 7,543 mil toneladas, o que representa um volume 19,1% superior ao obtido na safra anterior. Quanto à área plantada de 1.863,9 mil hectares, poderá haver expansão de 1,4%, comparativamente ao ano agrícola 2013/14. Com exceção do algodão, que vem ano a ano perdendo espaço para outras culturas e do triticale que foi afetado pelos bons preço do trigo, os demais apresentaram aumento de produção e produtividade, afirmam José Alberto Angelo, Carlos Bueno, Celma Baptistella, Denise Caser, Felipe Pires de Camargo, Mário Olivette e Vagner Martins, pesquisadores do IEA, responsáveis pelo levantamento.

As previsões e estimativas de safras agrícolas elaboradas pelo IEA, em parceria com os técnicos da Cati, constituem importante instrumento de tomada de decisão para todos os elementos da cadeia produtiva, destacou Arnaldo Jardim, secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. “Nesse levantamento podemos verificar que a tendência de aumento de produção de grãos destacada pelo Instituto também foi observada nos levantamentos realizados pela Conab, o que demonstra a sintonia entre metodologias das duas instituições”, afirmou Arnaldo Jardim.

A produção de cana-de-açúcar está estimada em 427,4 milhões de toneladas, o que representa um volume 5,8% superior ao obtido em 2013/14, em uma área de 5,5 milhões de hectares, praticamente a mesma da safra passada; somando-se a nova, chega-se a 6,1 milhões de hectares. O rendimento foi de 77,4 t/ha, indicando elevação de 6,1%, o que pode significar que as condições pluviométricas se apresentam mais favoráveis nesta safra, em comparação a anterior. No entanto, cabe salientar a expressiva queda da área nova em determinados EDRs (Escritório de Desenvolvimento Rural) entre os quais: Andradina (41,7%), Fernandópolis (24,3%), Jales (20,35) e Piracicaba com (50,3%), percentual negativo mais elevado no estado.

Os números relativos à cultura da laranja indicam uma safra muito próxima da obtida no ano passado. Os resultados apontam para um volume total produzido para o Estado de São Paulo de 288,0 milhões de caixas de 40,8 kg (11.749 mil toneladas), ou seja, 0,9% inferior ao obtido na safra passada (291,2 milhões de caixas de 40,8 kg equivalente a 11.860 mil toneladas). Esses números incluem tanto as frutas comerciais quanto os frutos provenientes de pomares não expressivos economicamente, além das perdas relativas ao processo produtivo e às de colheita. Estima-se produtividade agrícola de 26.318 kg/ha, similar àquela obtida na estimativa final da safra (equivalente a 1,76 cx./pé ou 645 cx./ha). Entretanto, muitos pomares não receberam tratos culturais necessários para obter boa produtividade devido à descapitalização do citricultor.
O presente levantamento prevê quantidade colhida de 4.133.729 sacas (248,0 mil toneladas) de café beneficiado; deste montante, aproximadamente 30% já foi colhido até o mês de junho. Esse indicativo de aumento na produção em relação ao levantamento anterior, é resultado da revisão dos números que elevou a previsão do volume de colheita em duas importantes regiões produtoras de café: a Alta Mogiana de Franca, principal cinturão cafeeiro do Estado, com incremento em torno de 7% (70,5 mil sacas a mais), e a região de Marília, com acréscimo de 11,5% (57,7 mil sacas a mais).

O próximo levantamento, a ser efetuado em setembro de 2015, trará informações de intenção de plantio das culturas da safra de verão para 2015/16 e resultados finais dos produtos agrícolas de inverno e das culturas perenes: banana, café e laranja, da safra 2014/15.

Fonte: Assessoria de imprensa – Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo / Instituto de Economia Agrícola (Nara Guimarães)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *