Santos aumenta participação em exportações de café

Imprimir

O Porto de Santos aumentou sua participação nas exportações do café brasileiro. Do início do ano até o mês passado, seus embarques representaram 84,3% do total nacional. Em 2014, no mesmo período, foram 78%.

De janeiro a agosto deste ano, 19,7 milhões de sacas de 60 quilos da commodity foram embarcadas no cais santista. O total mostra um salto de 6,7% em relação ao registrado nos oito primeiros meses do ano passado, quando 18,4 milhões de sacas deixaram o País pelo complexo.

Essas informações fazem parte do Balanço das Exportações, divulgado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

Conforme o levantamento, a receita gerada com os carregamentos do café brasileiro pelo Porto também teve um crescimento, que chegou a 8,51%. Neste ano, US$ 3,5 bilhões foram arrecadados com a venda do grão no mercado internacional. No mesmo período de 2014, foram US$ 3,2 bilhões.

Em todo o País, até o mês passado, foram exportadas 23,4 milhões de sacas, das variedades verde, torrado & moído e solúvel. Este volume é 1,2% menor do que o verificado entre janeiro e agosto do ano passado. Apesar da queda, a receita gerada com as exportações do café brasileiro pelos portos da nação cresceu 1% em relação ao período anterior, fechando em US$ 4 bilhões.

Apenas no mês de agosto, as vendas do café brasileiro somaram US$ 451,6 milhões. Apesar de expressivo, o valor é 22,2% menor do que o registrado no mesmo mês de ano passado. Também houve queda no volume exportado, que alcançou 2,8 milhões de sacas, 8,4% a menos do que no oitavo mês de 2014.

Terminais da região carregaram 19,7 milhões de sacas de café neste ano

De acordo com o diretor-geral do Cecafé, Guilherme Braga, esta redução já era esperada pelos especialistas. “O volume exportado em agosto deste ano foi muito semelhante ao de julho e ligeiramente menor que o registrado para este mês em 2014. Esta diminuição de cerca de 8% nos embarques de café, por conta da redução na safra, se encontra dentro do esperado e se mantém em linha com a previsão de exportarmos 35 milhões de sacas em 2015”.

Destino

O relatório da entidade aponta que, no acumulado de janeiro a agosto deste ano, a Europa foi o principal mercado importador, responsável pela aquisição de 52% do café embarcado pelo Brasil. Já a América do Norte respondeu pela compra de 26% do total de sacas exportadas, a Ásia, por 16% e os demais países da América do Sul, por 4%.

Segundo o Balanço das Exportações, a lista de países importadores entre janeiro e agosto segue liderada pelos Estados Unidos, responsável pela compra de 5 milhões de sacas, o equivalente a 22% do total. Em segundo lugar, aparece a Alemanha, que adquiriu 4,1 milhões de sacas, 18% do total. A Itália ocupou a terceira colocação, importando 1,8 milhão de sacas de café brasileiro, 8% das vendas externas. Já em quarto está o Japão, com 1,5 milhão de sacas compradas, o equivalente a 7% da commodity.

Além do Porto de Santos, responsável pelo escoamento de 84,3% do produto exportado, os portos do Rio de Janeiro foram responsáveis pelo embarque de 8,2% do total (1,9 milhão de sacas). Na terceira colocação, aparece o Porto de Vitória (ES), com 4,4% do total, cerca de 1 milhão de sacas.

Fonte: A Tribuna Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *