Safras & Mercado eleva estimativa de colheita de café do Brasil para 69,5 mi sacas

Imprimir
A produção brasileira de 2020 atingiu 69,5 milhões de sacas de 60 kg, estimou nesta segunda-feira a consultoria Safras & Mercado, revisando para cima a produção total, que na estimativa anterior havia sido projetada em 68,1 milhões de sacas.

Os dados da Safras foram divulgados quase que simultaneamente à previsão da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que historicamente apresenta volumes abaixo dos vistos pelo mercado para a colheita de café. Segundo números da estatal, o Brasil produziu um recorde de 63,08 milhões de sacas de 60 kg em 2020.

A projeção da Safras, realizada junto a cooperativas, produtores, exportadores, comerciantes, armazenadores, apontou uma safra de arábica maior do que o esperado anteriormente, assim como a Conab.

A safra de arábica, que representa a maior parte da produção brasileira, foi revisada para cima de 48,2 milhões para 50,1 milhões de sacas, enquanto a produção de conilon (robusta) foi revista para baixo de 19,9 milhões para 19,4 milhões de sacas.

Com os novos números, a consultoria estima aumento na produção total do Brasil de 16,4% ante a temporada passada, que havia sido o ano de baixa bienalidade do arábica.

Fonte: Reuters (Por Roberto Samora)