Safra 2010/2011 terá margens boas, afirma Luis Carlos Guedes Pinto

Imprimir

O vice-presidente de agronegócio do Banco do Brasil (BB), Luis Carlos Guedes Pinto, é o entrevistado da edição de novembro da revista Globo Rural. Formado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), Guedes também ocupou o cargo de ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento entre 2006 e 2007 e hoje é responsável pela carteira agrícola do BB, que responde por mais de 60% do financiamento no setor.

Mais de 250 atividades agropecuárias são acompanhadas pelo banco, permitindo a análise sobre os ganhos e deficiências do campo. Guedes afirma que o seguro rural, que cobre o produtor em caso de frustração da safra, precisa ser aperfeiçoado, já que está baseado em dados de produtividade. "Temos trabalhado com as seguradoras para que elas aceitem outros números além do IBGE e já conseguimos avançar”, explica. O executivo cita o modelo de seguro de preço praticado pelo BB, que permite ao produtor se proteger de flutuações no mercado ao contratar o preço de venda na época do plantio.

Guedes fala ainda sobre a expectativa para a safra 2010/2011, que deverá ter resultado similar ao deste ano. Ainda assim, se as condições climáticas forem satisfatórias, a previsão é de recorde na colheita. “A produção está sujeita à questão da seca. É muito difícil dar um panorama global, mas se as condições climáticas não prejudicarem a produção, será um ano de margens boas”, afirma.

Fonte: Revista Globo Rural 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *