Sacas de café avaliadas em mais de R$ 25 mil são furtadas em fazenda de São Sebastião da Grama

Imprimir

A Polícia Civil de São Sebastião da Grama (SP) investiga o furto de 60 sacas de café, avaliadas em mais de R$ 25 mil, de uma propriedade rural do município. O crime ocorreu nesta quarta-feira (12) e, até o momento, ninguém foi detido.

De acordo com a Polícia Militar, um funcionário chegou à fazenda para trabalhar e notou que havia um buraco no galpão. Ele fez uma vistoria no prédio, mas não constatou nada diferente. O trabalhador foi então ao terreno onde o café era armazenado e percebeu o furto das sacas.

A PM foi chamada e realizou vistorias no local. Os policiais constataram que uma cerca foi danificada e que havia o rastro de apenas um veículo. O caso foi registrado e está sendo investigado.

Região
Em julho, a Polícia Civil de Poços de Caldas informou que estava investigando a ação de criminosos em propriedades rurais. Em menos de 10 dias, duas fazendas na cidade e uma em Caconde (SP) haviam sido furtadas. Em todos os casos os invasores demonstraram conhecer como funcionava a segurança e onde ficavam guardadas as sacas de café.

Em uma das propriedades em Poços de Caldas, as câmeras que poderiam registrar a ação da quadrilha foram levadas e a central de alarme, destruída. Os invasores abriram um buraco na parede e ficaram horas dentro do armazém. Eles recolheram os grãos e fugiram com 173 sacas, avaliadas em R$ 69 mil.

Em outra fazenda na mesma cidade, foram levadas 52 sacas de café já beneficiado, pronto para ser vendido em uma cooperativa. O prejuízo total foi de R$ 24 mil.

Já em Caconde, foram levadas 50 sacas. O grupo virou a câmera de segurança para que nada fosse registrado e danificou o alarme. “Eles sabiam que as sacas encontravam-se no armazém beneficiadas, já em grãos, prontas para remessa para armazém, eles tinham conhecimento inclusive da parte de segurança, monitoramento", desabafou na época a proprietária, Maria Amália Arantes.

Fonte: G1 São Carlos e Araraquara

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *