S.O.S CAFEICULTURA

Alerta vermelho está aceso para os produtores de café neste momento, é visível o descaso dos lideres políticos em relação ao produtor que hoje encontra muita dificuldade em equilibrar as contas devido ao mercado que se mostra retraído e com tendências ainda piores para os próximos dias, veja uma análise das noticias que circulam no meio cafeeiro.

Comenta-se que ainda existam em torno de 12 milhões de sacas de café remanescente ou seja safra 12/13, quantidade que atendera as necessidades dos exportadores até meados de julho, neste mesmo período já teremos um bom volume de cafés novíssimos ou seja safra 13/14 disponíveis para comercialização tendo em vista que regiões das Matas de Minas (Zona da Mata) e Espírito Santo iniciaram processo de colheita desde o inicio do mês de maio, com os números de estimativa de safra divulgado pelos órgãos responsáveis que será de 48 a 49 milhões de sacas então teremos as especulações de excedente de 4 milhões de sacas no mínimo o que desequilibra a balança DEMANDA X OFERTA, fazendo assim com que os preços venham a ficar ainda piores.

É preciso ainda salientar que o cuidado com a qualidade que neste inicio de colheita tem sido deixado de lado pelos produtores no intuito de reduzir gastos com o processo, será fundamental para uma melhor remuneração mesmo o mercado hoje mostrando pouca diferenças nos preços do café bebida para o café rio, diferença hoje em torno de R$20,00.

Chamo a atenção porque neste inicio de análises que fiz em cafés das Matas de Minas pude observar que os cafés estão muito “miúdos” ou seja com percentual muito baixo de cafés graúdos que são em sua grande maioria preparados para exportação, com isso teremos um maior numero de “resíduos” ou seja cafés de peneira inferiores não utilizados para exportação e defeitos retirados dos mesmos, disponíveis para comercialização no mercado interno para nossos torrefadores, assim a oferta de cafés para torradores será praticamente duplicada pois com pouco cuidado no processo de colheita já obteremos um maior volume de cafés de baixa qualidade o famoso café Rio, juntando com maior numero de resíduos ocasionara em preços ainda mais baixos para cafés com qualidade mais baixa.

Portanto caros amigos Produtores enquanto nosso governo estiver de olhos vendados para nossa agricultura e principalmente para o setor cafeeiro devemos nos precaver pois dias piores podem estar por vir, afinal poderemos encher os estádios de estrangeiros enquanto esvaziamos a panela de tantos brasileiros, é assim nosso País, com foco em financiar corrupção em tantas obras para esses torneios internacionais e escondendo os problemas da agricultura em baixo do tapete se podemos assim dizer, e ainda tentam comprar uma imagem de bons moços alegando que vão vender ou seja fazer marketing do café brasileiro ao estrangeiro, mas será que teremos café nos próximos anos com essa crise que esta batendo a porta?

* Carlos A Cabral Campos – Classificador, Cupping Judge SCAA – Fidelidade Armazéns Gerais (São Francisco do Glória – Matas de Minas – Minas Gerais)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *