Russo prevê aumento da demanda mundial de café

Imprimir

O diretor geral da Associação Russa de Produtores de Café e Chá, Ramaz Chanturiy, acredita que o consumo mundial de café crescerá em até 360 mil toneladas no próximo ano. Segundo a agência de notícias Rossiyskaya Gazeta, a expectativa é de que os preços do produto aumentem pelo menos 3% em todo o mundo. Na Rússia, a situação, segundo o especialista, o valor pode aumentar ainda mais com a possibilidade do fim da isenção de impostos para os moinhos industriais.

Segundo Chanturiy, nos próximos anos, devido à falta de novas plantações, a diferença entre a demanda e a oferta dessa bebida corre o risco de somente aumentar. Desta forma, ele espera que, daqui a oito anos, o déficit do café no mercado mundial poderá representar 2,5 milhões de toneladas, o que por sua vez levará a um brusco aumento nos preços de grãos de café.
Uma expositora de uma feira de café em Moscou serve o produto aos visitantes
Na opinião de especialistas russos, a forma de inverter esse quadro seria mediante a criação de novas plantações e de fábricas de processamento de grãos de café. A Rússia, entretanto, com suas condições climáticas desfavoráveis para a cultura do café, poderia contribuir apenas para o desenvolvimento do setor de processamento.

Atualmente, a importação de café verde não é tributada na Rússia. No entanto, no dia 5 de fevereiro, a Câmara de Contas da Rússia apresentou ao parlamento do país a proposta de acabar com a isenção de impostos sobre a importação de moinhos industriais, que foram classificados junto aos equipamentos para cervejarias e máquinas de embalagem de cigarros.

Fonte: Diário da Rússia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *