Rondônia comemora em 10 de abril o Dia Estadual de Início da Colheita do Café Conilon

Imprimir

O Estado de Rondônia é o segundo maior produtor de café conilon do País, ocupando a quinta posição no ranking nacional de produção geral de café. Na safra 2015 houve aumento de 15,7% na produção em comparação com a de 2014, gerando arrecadação crescente de Importo sobre Circulação de Mercadoria e Prestação de Serviços (ICMS).

O Dia do Início da Colheita do Café Conilon foi instituído pela Lei 3.516, de 17 de março de 2015, pelo governador Confúcio Moura. A data está inserida no calendário oficial do estado.

Atualmente, a média anual de produção do Estado de Rondônia é de mais de 1,7 milhão de sacas de café, e a expectativa, segundo o secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, é que esse número chegue a quatro milhões de sacas até 2018. 

Rondônia é o segundo maior produtor de conilon no País

“Mas não adianta chegar a quatro milhões de sacas sem qualidade. Essa data serve como referência para o produtor buscar colher o café em um ponto de maturação adequado e com qualidade. Assim, ele recebe melhores preços pela saca do seu produto”, explicou Padovani.

Ele disse, ainda, que durante a Rondônia Rural Show, feira realizada anualmente pelo governo estadual (neste ano será de 25 a 28 de maio), em Ji-Paraná, haverá um espaço especial, denominado o Caminho do Café, que levará orientação direta e essencial ao produtor rural.

Lei sancionada

O governador Confúcio Moura sancionou a Lei 3.516, de 17 de março de 2015, que institui o Dia do Início da Colheita de Café Conilon, no calendário oficial do estado, a ser comemorado, anualmente, no dia 10 de abril. O anteprojeto de lei foi aprovado pela Câmara Setorial do Café do Estado de Rondônia, em dezembro de 2014, no auditório da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária (Seagri) e encaminhado à Assembleia Legislativa pelo Executivo.

A proposta da lei, segundo Ezequias Bráz da Silva Neto, coordenador da Diretoria-Executiva da Câmara Setorial do Café, é incentivar o cafeicultor a realizar a colheita no ponto ideal de maturação do café para obter maior aproveitamento da lavoura, com melhoria da qualidade da produção e, consequentemente, maior lucratividade, que deverá ser em torno de 20%.

O estado se consolida como o quinto maior produtor de café do Brasil e o segundo maior produtor de conillon. No levantamento de janeiro deste ano da safra do café, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indica que a safra colhida em 2014 (1.477,3 mil sacas) foi 9,18% superior à colhida em 2013 (1.357 mil sacas).

Para o secretário da Agricultura, Evandro Padovani, esse dia é um importante ponto de referência ao produtor rural, aos bancos e ao governo. “Com esse referencial poderemos em um curto período de tempo colher o café no tempo certo, conseguindo grãos de melhor qualidade e conquistando mercados mais exigentes”, destacou Padovani.

O Dia do Início da Colheita do Café Conilon será oficializado em solenidade na Câmara dos Vereadores de Cacoal, marcada para as 10h, do dia 10 abril. O evento é coordenado pelo governo do estado, através da Seagri, Emater e Câmara Setorial do Café.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia (Com fotos e texto de Dhiony Costa e Silva)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *