Redução nos preços das commodities vai afetar saldo da balança comercial

Imprimir

Os sinais da desaceleração dos preços das commodities, principalmente das não agrícolas, aparecem na balança comercial deste mês.

As receitas das dez principais matérias-primas que o Brasil exporta devem atingir US$ 11,4 bilhões no mês. Se confirmado, esse valor mostra queda de 20% ante 2011.

Os dados de exportação do mês -até a semana passada- indicam que à exceção da soja, que tem preços melhores e volume maior de vendas, os demais itens da balança caem.

Na área agrícola, o destaque fica para o açúcar, que está com queda de 44%. As perspectivas de recomposição dos estoques mundiais derrubou os preços internacionais, afetando o Brasil, o maior exportador mundial.

Café e suco de laranja vêm a seguir, ambos com quedas de cerca de 30% neste mês em relação a igual período anterior. As receitas com café ficam abaixo de US$ 500 milhões, enquanto as com suco podem não atingir US$ 150 milhões no mês.

Minério e petróleo, dois dos principais itens da balança, têm forte queda no mês. Segundo a Secex, as receitas com minério, devido à queda de preços e menor volume exportado, recuam 28% no mês, abaixo da queda de 34% registrada nas vendas de petróleo e derivados.

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *