Rainha da Expocafé se divide entre universidade e sonho de ser modelo

Imprimir

Aos 19 anos, esta é a primeira vez que Adrielle Castro é eleita rainha. “Foi um susto”, disse a estudante de farmácia, que pela primeira vez concorreu ao título. Com faixa e coroa, ela representa a beleza da mulher do campo durante a 18ª edição da Expocafé a partir desta quarta-feira (1º) em Três Pontas (MG). Natural da cidade, a jovem divide-se entre o desejo de trabalhar como modelo e o 5º período da faculdade de farmácia, que cursa na Universidade Federal de São João Del Rei, no campus de Divinópolis (MG).

“São duas coisas que eu amo: moda e farmácia. Eu sempre quis ser farmacêutica. Os concursos são um hobby, mas enquanto der parar conciliar as duas coisas, eu vou fazer. Espero que neste evento eu consiga representar bem a beleza da mulher do campo, não apenas as que trabalham diretamente, mas as que são esposas de agricultores e estão diretamente ligadas ao café”, comentou.

Para a estudante, de 1m75 e 56 Kg, receber o título dos jurados do concurso foi uma surpresa. “Eu não esperava. Eu não tenho muita experiência com concurso e as meninas que participavam são muito lindas e tinham muito mais experiência. Eu tenho muito a aprender, mas fiquei muito feliz”, disse.

Centrada, a Rainha da Expocafé defende a ideia do estudo e da preparação para recepcionar os visitantes durante os três dias do encontro. Para Adrielle, não é apenas a beleza que conta. “Eu não me enquadrei muito como modelo, mas do concurso eu gostei, porque não é apenas uma questão de beleza, mas envolve também a parte social. Para ser rainha, tive que estudar e aprender mais sobre o café, a importância dele na economia, especialmente em Três Pontas, que é um polo do cultivo”, declarou.

Rainha espera recepcionar com qualidade os visitantes em 2015 (Foto: Arquivo Pessoal)

Como forma de inspiração, Adrielle também acompanhou concursos internacionais de café, tanto na Venezuela como na Colômbia. “Lá eles têm concursos de café importantes também. Busquei estas referências para aperfeiçoar minha passagem pela Expocafé, já que neste ano a expectativa é receber 20 mil pessoas durante os três dias”, comentou.

Não é apenas uma questão de beleza, mas envolve também a parte social. Para ser rainha, tive que estudar e aprender mais sobre o café"

Em relação ao figurino, Adrielle informou que ainda não definiu, mas que já sabe que vestirá calça jeans, bota e, claro, faixa e coroa. “Ainda não sei como vai ser. Para o desfile e concurso da rainha, tive ajuda do estilista Renato Amano, que fez o vestido de gala, mas para os dias da Expocafé, será surpresa”, provocou.

Namorando, Adrielle revela que recebe apoio do companheiro, assim como da família. “Ele me apoia e ajuda muito. Ainda não sei se ele conseguirá me acompanhar, porque ele está em fase final de período da faculdade, mas sempre que dá ele está comigo nesse caminho. Minha mãe também sempre me incentivou muito a investir mais em moda, nos concursos”, revelou.

Sobre a Expocafé
A Expocafé é um grande encontro de produtores, técnicos e empresários para a democratização do conhecimento e a apresentação das mais recentes tecnologias para a produção de café. Segundo a organização, o objetivo é melhorar a renda e a qualidade de vida do produtor rural, além da geração de empregos e fixação do homem no campo.

O concurso que Adrielle participou ainda elegeu as princesas Stella Abreu, de São Lourenço (MG) e Sabrina Silva, de Passos (MG). A modelo Ingrid Franco também foi eleita a Garota Café Internacional 2015 e ficará exclusivamente em um estande sobre biotecnologia durante os três dias de feira.

Serviço
O quê: 18ª Expocafé
Quando: de 1 a 3 de julho de 2015 – Exposição (8h às 18h)
Onde: Fazenda Experimental da EPAMIG – Rodovia MG 167 – Três Pontas (MG)
Ingresso: gratuito
Informações: http://expocafe.com.br/

Fonte: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *